A atualidade do anti-humanismo teórico: Luhmann e Althusser frente à problemática da diferenciação/integração social

Lucas Trindade Silva, Edemilson Paraná, Alexandre Marinho Pimenta

Resumo


À guisa de uma reflexão em torno da atualidade do anti-humanismo teórico como problemática para o pensamento social contemporâneo, contrapomos as formulações do Marxismo Althusseriano com a Teoria dos Sistemas de Niklas Luhmann – aquela considerada periférica, esta reconhecida como legítima no campo sociológico – a respeito do modo como ambas, ancoradas nessa posição epistemológica, encaminham suas formulações e propostas teóricas no que se refere à questão sociológica clássica da diferenciação/integração social. Para tanto, num primeiro momento, situamos o anti-humanismo frente à problemática sociológica atual e a configuração política à qual esta está inserida. Num segundo momento, passamos aos autores em questão, com ajuda de comentadores: analisa-se o Marxismo Althusseriano e sua proposta estrutural e, logo após, a teoria dos sistemas. Fugindo de uma necessária síntese entre elas, destacamos suas diferenças para, a partir do realce dessa pluralidade, 
lançar luz sobre as várias possibilidades, ao contrário do que as críticas provenientes da defesa do (inter) subjetivismo fazem crer, que tal posicionamento abre para a teorização e compreensão das sociedades complexas.

Palavras-chave


anti-humanismo; sociologia; Luhmann; Althusser

Texto completo:

PDF

Referências


ALEXANDER, J. Novo movimento teórico. Revista Brasileira de Ciências Sociais, n.

, 1987.

ALTHUSSER, L. A Favor de Marx. 2. ed. Rio de Janeiro: Zahar, 1979.

___________. A querela do humanismo (1967). Crítica Marxista, São Paulo, Xamã,

v.1, n.9, 1999, p. 9-51.

___________. A querela do humanismo II (inédito). Crítica Marxista, São Paulo,

Boitempo, v. 1, n.14, 2002, p. 48-72.

___________. Posições 1. Rio de Janeiro: Graal, 1978.

___________. Sobre Lévi-Strauss. In: Campos 6 (1-2): 197-205, 2005.

BACHUR, J. P. Distanciamento e crítica: limites e possibilidades da teoria de

sistemas de Niklas Luhmann. Tese de doutoramento apresentada ao Programa de

Pós-Graduação do Departamento de Ciência Política da Universidade de São Paulo,

BALIBAR, E. From Bachelard to Althusser: the concept of ‘epistemological break’.

Economy and Society, v. 7. n. 3. Londres, 1978.

EVANGELISTA, W. Notas sobre materialismo aleatório, sobredeterminação e

determinação em última instância pelo económico. Anais. V Colóquio Internacional

Marx Engels. Campinas, 2007.

KARCZMARCZYK, P. La ruptura epistemológica de Bachelard a Balibar y Pêcheux.

Estudios de epistemología (10), p. 9-33. 2013.

LIU, E. P. O conceito de sobredeterminação em Louis Althusser: análise crítica de

uma abordagem sobre a questão do método no marxismo. Dissertação de Mestrado.

Unifesp, Guarulhos, 2016.

LUHMANN, N. Complejidad y modernidad: de la unidad a la diferencia. Trad. e

Org. Josetxo Berian; José María García Blanco. Madri: Trota, 1998.

__________. Introdução à teoria dos sistemas. Petrópolis: Vozes, 2010.

MEDIAÇÕES, LONDRINA, V. 22 N. 1, P. 270-300, JAN./JUN. 2017. 300

__________. La sociedad de la sociedad. Cidade do México: Herder, 2006.

MORFINO, V. A Causalidade Estrutural em Althusser. Lutas Sociais, São Paulo, v.18

n.33, p.102-116, jul./dez. 2014.

MOTTA, L. E. A favor de Althusser: revolução e ruptura na Teoria Marxista. Rio de

Janeiro: Grama: FAPERJ, 2014.

RODRIGUES, L. P.; NEVES, F. M. . Niklas Luhmann: a sociedade como sistema.

Porto Alegre: EDPUC-RS, 2012.




DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2176-6665.2017v22n1p270

Direitos autorais 2020 Mediações - Revista de Ciências Sociais

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

  

         

 

                       

 

 

Mediações - Revista de Ciências Sociais

Londrina - PR

E-ISSN: 2176-6665

Email: mediacoes@uel.br  

Mediações utiliza a licença Creative Commons Attribution 4.0 International