Adeus ao trabalho e aos sindicatos ou aperdadacentralidade do trabalho em Alain Touraine

Ariovaldo de Oliveira Santos

Resumo


É extenso e diverso o volume de artigos e livros que se debruçam sobre a temática do fim do trabalho. O artigo aqui apresentado busca, através da leitura de Alain Touraine, demonstrar que o debate, apesar de apresentado como recente, está colocado, na realidade, em suas linhas gerais, já no final dos anos 1960. É preocupação igualmente do artigo atentar para como o debate sobre o fim do trabalho encaminha a discussão para o plano do empírico imediato, distanciando, assim, a reflexão, da devida análise ontológica que deve revestir a apreensão da categoria trabalho. Por fim, o artigo busca apreender, também, como no debate tourainiano do fim do trabalho vem embutida uma leitura sobre a crise do sindicalismo ou a perda da centralidade do movimento sindical no capitalismo contemporâneo.


Palavras-chave


Trabalho; Proletariado; Sindicalismo.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2176-6665.2008v13n1%2F2p74

Mediações - Revista de Ciências Sociais

Londrina - PR

ISSN: 1414-0543

EISSN: 2176-6665

Email: mediacoes@uel.br