Cirurgias estéticas étnicas e migração em Portugal e Espanha

Marcelo Alario Ennes, Natália Ramos

Resumo


O objetivo do presente artigo é refletir sobre o significado da realização de cirurgias estéticas étnicas, no contexto do interculturalismo e da sociedade do consumo e sua relação com as migrações internacionais. A prática das cirurgias estéticas étnicas por imigrantes remonta ao final do século XIX e ganha novos significados na sociedade contemporânea. O artigo baseia-se em narrativas coletadas com cirurgiões plásticos de Coimbra, Lisboa e Madri, no ano de 2014. As narrativas foram obtidas por meio de entrevistas presenciais, orientadas por um roteiro semiestruturado, e seu conteúdo foi analisado com base na literatura sobre cirurgias estéticas, sociedade do consumo e identidades descentradas. Como resultado, o artigo aponta para o caráter ambivalente destas práticas por serem, ao mesmo tempo, normatizadoras e transgressoras em um mundo que celebra as diferenças mas também, mantém a preocupação constante com os traços físicos étnicos considerados exagerados ou, como os médicos entrevistados nomeiam, grotescos. 


Palavras-chave


Cirurgias estéticas. Migração. Identidades.

Texto completo:

PDF

Referências


BAUDRILLARD, Jean. A sociedade de consumo. Lisboa: Edições 70, 2010.

BAUMAN, Zygmunt. Modernidade e ambivalência. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 1999.

BAUMAN, Zygmunt. O mal-estar da pós-modernidade. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 1998.

BAUMAN, Zygmunt. Vida para consumo. Petrópolis: Vozes, 2008.

BERRY, John W. Intercultural relations in plural societies: research derived from multiculturalism policy. Acta de Investigación Psicológica, v. 3, n. 2, p. 1122 -1135, 2013.

BOURDIEU, Pierre. O poder simbólico. Lisboa: Difel, 1989.

CANCLINI, Néstor Garcia. Consumidores e cidadãos. 7. ed. Rio de Janeiro: UFRJ, 2008.

CANCLINI, Néstor Garcia. Diferentes, desiguais e conectados. 2. ed. Rio de Janeiro: UFRJ, 2007.

CUCHÊ, Denys. A noção de cultura nas Ciências Sociais. 2. ed. Bauru, SP: Edusc, 2002.

EAGLETON, Terry. As ilusões do pós-modernismo. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 1998.

ELIAS, Norbert. Introdução: ensaio teórico sobre as relações estabelecidosoutsiders. In.: ______. Os estabelecidos e os outsiders. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editores, 2000. p. 19–30.

ENNES, Marcelo Alario. Imigrantes, cirurgias plásticas e poder em dois tempos: contribuição para uma hipótese de pesquisa. Revista de Ciências Sociais, Fortaleza, v. 41, n. 2, p. 163-174, jul./dez. 2010.

FEATHERSTONE, Mike. Culturas globais e culturais locais. In: _____. O desmanche da cultura. São Paulo: SESC, 1997.

GIDDENS, Anthony. A vida em uma sociedade pós-tradicional. In: BECK, Ulrich GIDDENS, A., LASH, Scott. Modernização reflexiva: política, tradição e estética na ordem social moderno. São Paulo: UNESP, 1997. p. 73–133

GILMAN, Sander L. By a nose: on the construction of ‘foreign bodies’. Social Epistemology: A Journal of Knowledge, Culture and Policy. n. 1. v. 13, 1999. p. 49 -58.

GILMAN, Sander L. La sorprendente historia de la cirugía estética. In: KRUMHAUER, Angelika. Cirugía estética. Köln (Alemanha): Taschen, 2005. p. 62–108.

GOFFMAN, Erving. O estigma. Notas sobre a manipulação da identidade deteriorada. Rio de Janeiro: Zahar Editores, 1982.

HAIKEN, Elizabeth. The Making of the modern face: Cosmetic Sugery. Social Research. v. 67, n. 1, 2000.

HALL, Stuart. A identidade cultural na pós-modernidade. 7. ed. Rio de Janeiro: DP&A, 2002.

HALL, Stuart. Da diáspora: identidades e mediações culturais. Belo Horizonte: Humanitas, 2009.

NIECHAJEV, Igor; HARALDSSON, Per-Olle. Ethnic Profile of Patients Undergoing Aesthetic Rhinoplasty in Stockholm. Aesthetic Plastic Surgery. New York, 2, p. 139- 145. 1997.

UNITED NATIONS. Department of Economic and Social Affairs. Trends in International Migrant Stock: the 2013 revision. United Nations, 2013.

PRATS, Jaime. Centenares de inmigrantes recurren al bisturí para limar rasgos étnicos. 2008. Disponível em:

elpepusoc/20080804elpepisoc_6/Tes#despiece>. Acesso em: 28 out. 2008.

RAMOS, Natália. Conflitos interculturais no espaço europeu. In: PINA, Helena et al. (Org.). Grandes problemáticas do espaço europeu. Diversidade territorial e oportunidades de desenvolvimento num cenário de crise. Porto: Universidade do Porto, 2014. p. 225-245.

RAMOS, Natália. Educar para a interculturalidade e cidadania: Princípios e desafios. In: ALCOFORADO, Luís et al. Educação e formação de adultos: políticas, práticas e investigação. Coimbra: Ed. da Universidade de Coimbra, 2011. p. 189- 200.

RAMOS, Natália. Interculturalidade e alteridade: dinâmicas, contextos e políticas. In.: SERAFIM, José Francisco; TOUTAIN, Lídia Brandão; GEFFROY, Yannick. Perspectivas em informação visual. Salvador, BA: EDUFBA, 2010. p. 27- 56.

RAMOS, Natália. Interculturalidade, Educação e desenvolvimento: o caso das crianças migrantes. In: BIZARRO, Rosa (Org.). Eu e o outro: estudos multidisciplinares sobre identidade(s), diversidade(s) e práticas interculturais. Porto: Areal Editores, 2007a. p. 367-375.

RAMOS, Natália. Migração, aculturação e saúde. In.: RAMOS, Natália (Org.). Saúde, migração e interculturalidade. João Pessoa: Editora UFPB, 2008.

RAMOS, Natália. Saúde, migração e direitos humanos. Mudanças – Psicologia da Saúde, São Paulo, v. 17, n. 1, 2009. p. 1-11.

RAMOS, Natália. Sociedades multiculturais, interculturalidade e educação: desafios pedagógicos, comunicacionais e políticos. Revista Portuguesa de Pedagogia, Coimbra, Ano 41-3, p. 223-244, 2007b.

ROMERO, Carlos Gimenéz. Pluralismo, interculturalismo e interculturalidad. Propuesta de clarificación y apuntes educativos. Educación y futuro: Revista de Investigación Aplicada y Experiencias Educativas, Madrid, n. 8, p. 9 -26, 2003.

SANTOS, Boaventura de Sousa. Pela mão de Alice: o social e o político na pósmodernidade. 9. ed. Coimbra: Almedina, 2013.

SECPRE - SOCIEDADE ESPANHOLA DE CIRURGIA PLÁSTICA ESTÉTICA E REPARADORA. El aumento de mamas desbanca a la liposucción como la intervención de cirugía estética más practicada en España. Disponível em: . Acesso em 15 jan. 2015

SWAMI, Viren; HENDRIKSE, Sinead. Attitudes to cosmetic surgery among ethnic minority groups in Britain: Cultural mistrust, adherence to traditional cultural values, and ethnic identity salience as protective factors. International Journal of Psychology, Hove, v. 48, n. 3, p. 300–307, 2013.

TAM, Kim-Pong et al. Attitudes Toward cosmetic surgery patients: the role of culture and social contact. The Journal of Social Psychology, Washington, v. 4, n. 152, p. 458-479, 2012.




DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2176-6665.2017v22n1p183

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

  

         

 

                       

 

 

Mediações - Revista de Ciências Sociais

Londrina - PR

E-ISSN: 2176-6665

Email: mediacoes@uel.br  

Mediações utiliza a licença Creative Commons Attribution 4.0 International