Entre a magia e o pensamento secular: reflexões sobre a cultura política brasileira a partir das religiões populares

Rodrigo Leistner

Resumo


Numa reflexão de caráter ensaístico, o trabalho examina as interfaces entre os campos religioso e político no Brasil, buscando identificar as possíveis relações entre determinados sistemas de crença e a cultura política brasileira. Questiona-se o modo como as práticas religiosas populares influenciam as pautas de comportamento coletivo e de orientação da ação política de determinados segmentos sociais do país. Para tanto, a discussão concentra-se nas religiões afro-brasileiras e em denominações do campo neopentecostal, que apesar das inúmeras diferenças rituais e cosmológicas, compartilham conteúdos simbólicos comuns, especialmente aqueles associados às concepções mais estabilizadas sobre as “religiosidades populares”. Trata-se de avaliar as possíveis influências que os códigos de crença estruturados nessas práticas articulariam junto às atitudes e comportamentos dos adeptos em torno de uma práxis política.

Palavras-chave


Religiões populares; Sistemas de crença; Pensamento secular; Cultura política.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2176-6665.2016v21n2p218

Direitos autorais 2020 Mediações - Revista de Ciências Sociais

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

  

         

 

                       

 

 

Mediações - Revista de Ciências Sociais

Londrina - PR

E-ISSN: 2176-6665

Email: mediacoes@uel.br  

Mediações utiliza a licença Creative Commons Attribution 4.0 International