Gingando na lusofonia: a institucionalização da capoeira em Portugal

Ricardo Carvalho

Resumo


A capoeira é uma prática cultural e esportiva de origem afro-brasileira que, em Portugal, chega no final dos anos oitenta com a emigração brasileira e hoje é praticada em todo país. O presente artigo pretende analisar o impacto decorrente do processo de institucionalização da capoeira em Portugal, iniciado pelo estado português em 2010, junto à comunidade luso-brasileira de praticantes. Tenciona ainda: verificar as contradições do processo no que toca à compreensão dos diversos atores sobre o que é a capoeira e como deve ser concebida, bem como perceber as relações de poder entre o estado e as instituições desportivas representativas dos capoeiristas. A fim de realizar esta tarefa, foram entrevistados os diferentes atores envolvidos e analisada a documentação referente ao tema.

Palavras-chave


Capoeira; Esporte; Cultura; Institucionalização

Texto completo:

PDF

Referências


ASSUNÇÃO, Matthias Röhrig. Ringue ou academia? A emergência dos estilos modernos da capoeira no seu contexto global. História, Ciências, Saúde-Manguinhos, Rio de Janeiro, v. 21, n. 1, jan./mar. 2014. Disponível em: . Acesso em: 24 fev. 2015.

BURLAMAQUI, Aníbal. Ginástica nacional (capoeiragem), metodizada e regrada. Rio de Janeiro, 1928.

ELIAS, Norbert. O processo civilizador: uma história dos costumes. Rio de Janeiro: J. Zahar, 1992.

FALCÃO, José Luis Cirqueira. A escolarização da capoeira. Brasília: Editora Royal Court, 1996.

FALCÃO, José Luis Cirqueira. O jogo da capoeira em jogo e a construção da práxis capoeirana. 2004. Tese (Doutorado em Educação) - Universidade Federal da Bahia, Salvador, 2004.

FEDERAÇÃO PORTUGUESA DE CAPOEIRA. Disponível em:

fpcapoeira.org/>. Acesso em: 24 fev. 2015.

FONSECA, Vivian. A capoeira e o mundo do trabalho: embates acerca da

profissionalização. Cadernos AEL, Campinas, n. 28, 2010. Disponível em: . Acesso em: 1 abr. 2015.

GILROY, Paul. O atlântico negro: modernidade e dupla consciência. São Paulo: Editora 34, 2001.

NASCIMENTO, Ricardo César Carvalho. Mandinga for export: a globalização da capoeira na Europa. 2015. Tese (Doutorado) - Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa, Lisboa, 2015.

PORTAL CAPOEIRA. Disponível em: . Acesso em: 24 fev. 2015.

POURDEUS JUNIOR, Ismael. Portugal em transe: transnacionalização das religiões afro-brasileiras: conversão e performance. Lisboa: Imprensa das Ciências Sociais, 2009.

SARAIVA, Clara. Afro-brazilian religions in Portugal: bruxos, priests and pais de santo. Disponível em: . Acesso em: 8 fev. 2011.

SOARES, Carlos Eugénio Líbano. A negrada instituição: os capoeiras no Rio de Janeiro. Rio de Janeiro: Prefeitura Municipal do Rio de Janeiro, 1994. (Coleção Biblioteca Carioca).

UNIÃO EUROPEIA. O desporto da UE. Disponível em:

european-union/topics/sport_pt>. Acesso em: 12 dez. 2016.

VIANNA, Carlos. A comunidade brasileira em Portugal. Lisboa: Presidência da Casa do Brasil, 2002.

VIEIRA, Luís Renato. O jogo da capoeira: cultura popular no Brasil. Rio de Janeiro: Sprint, 1995.




DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2176-6665.2016v21n2p144

Direitos autorais 2020 Mediações - Revista de Ciências Sociais

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

  

         

 

                       

 

 

Mediações - Revista de Ciências Sociais

Londrina - PR

E-ISSN: 2176-6665

Email: mediacoes@uel.br  

Mediações utiliza a licença Creative Commons Attribution 4.0 International