Estudos sociológicos sobre infância e gênero no Brasil: O lugar das meninas e dos meninos em publicações cientificas (2010-2014)

Ana Claudia Delfini C. de Oliveira

Resumo


Este artigo traz apontamentos relativos aos estudos sociológicos sobre infâncias e relações de gênero nas publicações de artigos científicos em revistas indexadas no Portal de Artigos da base Scielo (2010-2014). O referencial teórico escolhido dialoga na interface dos estudos de gênero e da Sociologia da infância (SI) com ênfase na adoção (ou não) da perspectiva de gênero. A metodologia pautou-se por um mapeamento em busca avançada de artigos em revistas a partir dos seguintes grupos de descritores “infância e gênero” e “meninas”. Foram 17 artigos analisados e os resultados demonstram um espaço ainda tímido e com pouco diálogo nas pesquisas sociológicas sobre as infâncias e os enfoques de gênero. As infâncias são consideradas em seus recortes de classe, etnia/raça, gênero e geração, com predominância de metodologias adultocêntricas que não valorizam o ponto de vista das crianças

Palavras-chave


Infância; Meninas; Gênero; Sociologia

Texto completo:

PDF PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2176-6665.2018v23n1p243

Direitos autorais 2018 Mediações - Revista de Ciências Sociais

Mediações - Revista de Ciências Sociais

Londrina - PR

ISSN: 1414-0543

EISSN: 2176-6665

Email: mediacoes@uel.br


Creative Commons License

 

Todos os artigos científicos publicados em mediacoes@uel.br estão licenciados sob uma Licença Creative Commons