Estudos sociológicos sobre infância e gênero no Brasil: O lugar das meninas e dos meninos em publicações cientificas (2010-2014)

Ana Claudia Delfini C. de Oliveira

Resumo


Este artigo traz apontamentos relativos aos estudos sociológicos sobre infâncias e relações de gênero nas publicações de artigos científicos em revistas indexadas no Portal de Artigos da base Scielo (2010-2014). O referencial teórico escolhido dialoga na interface dos estudos de gênero e da Sociologia da infância (SI) com ênfase na adoção (ou não) da perspectiva de gênero. A metodologia pautou-se por um mapeamento em busca avançada de artigos em revistas a partir dos seguintes grupos de descritores “infância e gênero” e “meninas”. Foram 17 artigos analisados e os resultados demonstram um espaço ainda tímido e com pouco diálogo nas pesquisas sociológicas sobre as infâncias e os enfoques de gênero. As infâncias são consideradas em seus recortes de classe, etnia/raça, gênero e geração, com predominância de metodologias adultocêntricas que não valorizam o ponto de vista das crianças

Palavras-chave


Infância; Meninas; Gênero; Sociologia

Texto completo:

PDF

Referências


ABRAMOWICZ, Anete, RODRIGUES, Tatiane. Descolonizando as pesquisas com

crianças e três obstáculos. Revista Educação e Sociedade, Campinas, v. 35, n.127, p. 461-

, abr./jun. 2014.

ALANEN, Leena. Estudos feministas/estudos da infância: paralelos, ligações e

perspectivas. In: CASTRO, Lucia R. Crianças e jovens na construção da cultura. Rio de

Janeiro: NAU-FAPERJ, 2001. p. 69-92

BANCO MUNDIAL. Relatório sobre o desenvolvimento mundial de igualdade

de gênero e desenvolvimento: visão geral. Washington, D.C., 2012. Disponível

em:

/7786210-1315936231894/Overview-Portuguese.pdf>. Acesso em: 5 jun.

COHN, Clarice. Antropologia da criança. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2005.

DURKHEIM, Émile. Educação e sociologia. São Paulo: Edições Melhoramentos, 1978.

GAITÁN, Lourdes. Sociologia de la infância. Madrid: Síntesis, 2006.

JENKS, Chris. O corpo e a infância. In: CHRISTENSEN, Pia; ALLISON, James (Org.).

Investigação com crianças: perspectivas e práticas. Porto: Paula Frassinetti, 2005. p.

-96.

MAYALL, Berry. Towards a sociology of childhood: thinking from children’s lives.

Londres: Ed. Open University Press, 2002.

MONTANDON, Cléopâtre. Sociologia da infância: balanço dos trabalhos em língua

inglesa. Cadernos de Pesquisa, São Paulo, n. 112, p. 33-60, mar. 2001.

PRETTO, Zuleika; LAGO, Mara C. S. Reflexões sobre infância e gênero a partir de

publicações em revistas feministas brasileiras. Revista Ártemis, João Pessoa, PB. V.

XV, n.1, p. 56-71, jan./jul. 2013.

MEDIAÇÕES, LONDRINA, V. 23 N. 1, P. 243-262, JAN.-ABR. 2018 262

SARMENTO, Manoel Jacinto. Imaginário e culturas da infância. Cadernos de

Educação, Pelotas, v. 12, n. 21, p. 51-69, 2003.

SARMENTO, Manoel Jacinto. Infância, exclusão social e educação como utopia

realizável. Revista Educação e Sociedade, Campinas, v. 23, n. 78, p. 265-283, abr. 2002.

SILVA, Aracy Lopes; NUNES, Angela. Contribuições da etnologia indígena à

antropologia da criança. In: SILVA, Aracy Lopes; NUNES, Angela; MACEDO,

Ana Vera Lopes da Silva. Crianças indígenas: ensaios antropológicos. São Paulo: Ed.

FAPESP, 2002. p. 11-33.

UNESCO. Educação para todos 2000-2015: progressos e desafios. Paris, 2015. Disponível

em: . Acesso em: 5

jun. 2015.

WATSON, Alison M. S. Children and international relations: a new site of knowledge?

Review of International Studies, Cambridge, v. 32, p. 237–250, 2006.




DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2176-6665.2018v23n1p243

Direitos autorais Mediações - Revista de Ciências Sociais



  

         

 

                       

 

 

Mediações - Revista de Ciências Sociais

Londrina - PR

E-ISSN: 2176-6665

Email: mediacoes@uel.br  

Mediações utiliza a licença Creative Commons Attribution 4.0 International