A judicialização da política como ferramenta dos partidos governistas (1995-2010)

Raíssa Jeanine Nothaft

Resumo


A judicialização da política no Brasil tem sido protagonizada por partidos políticos e associações. Para compreender a judicialização como ferramenta dos partidos, diversos estudos se centraram nos partidos de oposição, negligenciando-se os governistas, que também figuram entre postulantes de ações. Busca-se, desse modo, compreender e comparar os casos em que é utilizada pelos partidos da coalizão dos governos de Fernando Henrique Cardoso (1995-1998/1999-2002) e Luiz Inácio Lula da Silva (2003-2006/2007-2010). O estudo foca a contestação de normas federais por meio do principal instrumento de controle concentrado, a Ação Direta de Inconstitucionalidade – ADIN. A análise dos dados encontrados é feita à luz das abordagens teóricas sobre judicialização e da teorização já feita em relação à judicialização pela oposição.


Palavras-chave


Judicialização da política; Partidos governistas; Supremo Tribunal Federal; Ações declaratórias de Inconstitucionalidade (ADIs).

Texto completo:

PDF

Referências


ARANTES, Rogério. Judiciário: entre a justiça e a política. In: AVELAR, Lúcia; CINTRA, Antônio Octávio (Org.). Sistema político brasileiro: uma introdução. São Paulo: Unesp, 2004. p. 79-108.

AVELAR, Lúcia; CINTRA, Antônio O. (Org.). Sistema político brasileiro: uma introdução. São Paulo: Unesp, 2007.

BRASIL. Supremo Tribunal Federal. ADI, ADC, ADO e ADPF. Disponível em: . Acesso em: 20 ago. 2014.

CARVALHO, Ernani. Em busca da judicialização da política no Brasil: apontamentos para uma nova abordagem. Revista de Sociologia e Política, Curitiba, v. 23, p. 115-126, 2004.

CARVALHO, Ernani. Judicialização da política no Brasil: controle da constitucionalidade e racionalidade política. Análise Social, Lisboa, v. 44, n. 191, p. 315-335, 2009.

MACIEL, Débora A.; KOERNER, Andrei. Sentidos da judicialização da política: duas análises. Lua Nova, São Paulo, n. 57, p. 114 -133, 2002.

PASQUARELLI, Bruno V. L. Formação de coalizões, apoio legislativo e atuação partidária no presidencialismo brasileiro. In: ENCONTRO ANUAL DA ANPOCS, 35., 2011, Caxambu. Anais... Caxambu, 2011.

TAYLOR, Matthew M.; DA ROS, Luciano. Os partidos dentro e fora do poder: a judicialização como resultado contingente da estratégia política. DADOS, Rio de Janeiro, v. 51, n. 4, p. 825-864, 2008.

RAÍSSA J. NOTHAFT | A judicialização da política como ferramenta dos partidos governistas 285; VIANNA, Luiz Werneck et al. A judicialização da política e das relações sociais no Brasil. Rio de Janeiro: Revan, 1999.

VIANNA, Luiz Werneck; BURGOS, Marcelo B.; SALLES, Paula M. Dezessete anos de judicialização da política. Tempo Social, São Paulo, v. 19, n. 2, p. 39-85, 2007.




DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2176-6665.2016v21n1p264

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

  

         

 

                       

 

 

Mediações - Revista de Ciências Sociais

Londrina - PR

E-ISSN: 2176-6665

Email: mediacoes@uel.br  

Mediações utiliza a licença Creative Commons Attribution 4.0 International