Migração no Semiárido Setentrional: Dinâmica Recente, Retorno e Políticas Sociais

Ricardo Ojima, Wilson Fusco

Resumo


O objetivo do artigo é desenvolver uma análise descritiva do perfil da migração recente no semiárido setentrional. A partir de uma abordagem sociodemográfica, analisaram-se algumas características da migração interestadual separando os municípios que compõem o semiárido setentrional e fora dele segundo as Unidades da Federação. O trabalho analisou ainda o perfil desses migrantes considerando o recebimento de programas sociais. Os dados censitários do ano de 2010 permitiram identificar que o impacto da migração é mais forte sobre a região do semiárido e que, embora ainda sejam áreas de saldos negativos, o retorno migratório e seus efeitos indiretos se constituem como peça fundamental para entender as dinâmicas intrarregionais. Os programas sociais aparentemente possuem maior impacto sobre os migrantes de retorno e são mais importantes na região do semiárido.

Palavras-chave


Migração; Migração de Retorno; Semiárido Setentrional; Políticas Sociais; Nordeste

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2176-6665.2017v22n1p325

Direitos autorais 2017 Mediações - Revista de Ciências Sociais

Mediações - Revista de Ciências Sociais

Londrina - PR

ISSN: 1414-0543

EISSN: 2176-6665

Email: mediacoes@uel.br