Sobre a dinâmica da ideologia à luz da interpretação lukácsiana

Nara Roberta Silva

Resumo


Reconhecendo que o conceito de ideologia apresenta uma gama de significados, acepções e definições, o artigo procura debatê-lo dentro da leitura de György Lukács – considerando que não há uma concepção de ideologia sistematizada pelo próprio Karl Marx. Com isso, parte-se da relação não dicotômica entre realidade objetiva e subjetividade visualizada através do trabalho, cerne da teoria marxiana, e define-se ideologia a partir de sua função social de intervir nos conflitos, impasses, questões etc. de cunho também social. Em decorrência, considerando seu caráter de consciência eminentemente prática, exploram-se então aspectos concernentes à complexa dinâmica da ideologia, que possibilitam compreender sua atuação e sua influência em meio a uma dada formação social – dinâmica esta sintetizada no que optamos por chamar de linguagem da evidência.

Palavras-chave


ideologia; marxismo; ontologia; Lukács.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2176-6665.2015v20n1p338

Direitos autorais

Mediações - Revista de Ciências Sociais

Londrina - PR

ISSN: 1414-0543

EISSN: 2176-6665

Email: mediacoes@uel.br


Creative Commons License

 

Todos os artigos científicos publicados em mediacoes@uel.br estão licenciados sob uma Licença Creative Commons