El anticomunismo de la Juventud Conservadora chilena. El caso de la Falange Nacional (1935-1957)

Gabriela Gomes

Resumo


A trajetória da Juventude Conservadora para a Falange Nacional expressou uma
ruptura radical com o projeto político de um dos partidos da direita tradicional, o
Partido Conservador (1851). Inspirado na doutrina do humanismo cristão, o projeto
falangista se sintetizou no Partido Democrata Cristão (1957). Neste artigo se analisam quais foram as percepções dos falangistas sobre o comunismo e a importância atribuída ao Partido Comunista como um ator legítimo do sistema partidário.


Palavras-chave


Juventude conservadora; Anticomunismo; Chile; Falange.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2176-6665.2014v19n1p170

Direitos autorais

Mediações - Revista de Ciências Sociais

Londrina - PR

ISSN: 1414-0543

EISSN: 2176-6665

Email: mediacoes@uel.br


Creative Commons License

 

Todos os artigos científicos publicados em mediacoes@uel.br estão licenciados sob uma Licença Creative Commons