El nacionalismo populista de derecha en Argentina: La Alianza Libertadora Nacionalista, 1937-1975

Juan Luis Besoky

Resumo


Neste artigo analiso o desenvolvimento da Aliança Libertadora Nacionalista (ALN),
uma organização nacionalista criada nos anos 1930, que explicitamente busco vincular à classe trabalhadora e discutir o peso que a esquerda tinha sobre ela. A nível ideológico a ALN atacava o liberalismo, o sistema político corrupto da democracia e a oligarquia conservadora que governou o país na década de 1930. O grupo era notoriamente antissemita e rejeitava igualmente o comunismo e o
capitalismo liberal, promovendo o estabelecimento de um Estado corporativo autoritário. Foi uma das primeiras organizações que apoiou o peronismo até sua queda em 1955, sendo parte inorgânica da resistência peronista. Em 1973, com o retorno de Perón a Argentina, a ALN reaparece vinculando-se à direita peronista.


Palavras-chave


Autoritarismo; Projeto político; Miguel Reale; Integralismo.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2176-6665.2014v19n1p61

Direitos autorais

Mediações - Revista de Ciências Sociais

Londrina - PR

ISSN: 1414-0543

EISSN: 2176-6665

Email: mediacoes@uel.br


Creative Commons License

 

Todos os artigos científicos publicados em mediacoes@uel.br estão licenciados sob uma Licença Creative Commons