Análise Quantitativa de Fontes Paroquiais e Indicadores Sociais Através de Dados Coletados Para Sociedades de Antigo Regime

Ana Silvia Volpi Scott, Dario Scott

Resumo


Propomos a apresentação e discussão da utilização da base de dados gerada através do programa informatizado – NACAOB – que foi desenvolvido para coleta e organização das informações referentes ao Batismo/NAscimento, CAsamento e ÓBito, disponíveis nos registros paroquiais e civis para auxiliar os pesquisadores que se valem de fontes nominativas para seus estudos na área de História Demográfica, História da Família e História da População. A abordagem privilegiada explora as possibilidades de encontrar nos assentos paroquiais, a partir de tratamento quantitativo, elementos que auxiliem na busca de indicadores de caráter social para as populações analisadas em perspectiva histórica, disponibilizando, além disso, algumas considerações sobre procedimentos técnico-metodológicos também para o tratamento nominativo das informações coletadas sobre os distintos atores sociais.


Palavras-chave


Demografia histórica; Fontes paroquiais; Cruzamento nominativo; Análise quantitativa.

Texto completo:

PDF

Referências


CAMILO, Nathan. “Feliz o homem que deixa um bom nome”: práticas de nomeação e apadrinhamento na freguesia de Nossa Senhora da Madre de Deus de Porto Alegre (1772-1810). 2011. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos, São Leopoldo. 2011.

FREITAS, Denise Terezinha Leal. O casamento na freguesia da Madre de Deus de Porto Alegre: a população livre e suas relações matrimoniais. 2011. Dissertação (Mestrado em História) - Unisinos, São Leopoldo. 2011.

FREITAS, Denise. Terezinha Leal; SILVA, Jonathan Fachini. O nascer e o casar através da trajetória de Anna Rangel: uma possibilidade de estudo das sensibilidades a partir da demografia histórica. In: JORNADA DE HISTÓRIA CULTURAL: SENSIBILIDADES. SANTANDER CULTURAL, 10., 2011. Anais... Porto Alegre: 2011.

GUEDES, Roberto. Escravidão e cor nos censos de Porto Feliz (São Paulo, século XIX). Cadernos de Ciências Humanas – Especiaria, Ilhéus, v. 10, n. 18, p. 489-518, jul./dez. 2007.

LARA, Silvia. Hunold. No jogo das cores: liberdade e racialização das relações sociais na América portuguesa setecentista. In: XAVIER, Regina Célia Lima (Org.). Escravidão e liberdade: temas, problemas e perspectivas de análise. São Paulo: Alameda, 2012. p. 69- 93.

MATTOS, Hebe. Raça e cidadania no crepúsculo da modernidade escravista no Brasil. In: GRINBERG, Keila; SALLES, Ricardo. O Brasil imperial, volume III – 1870-1889. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2009. p. 15-37.

NADALIN, Sergio Odilon. A população no passado colonial brasileiro: mobilidade versus estabilidade. Topoi: Revista de História do Programa de Pós-Graduação em História Social da UFRJ, Rio de Janeiro, v. 4, n. 7, p. 222-275, 2003.

NADALIN, Sergio Odilon. História e demografia: elementos para um diálogo. Campinas: ABEP, 2004. RAMINELLI, Ronald. Impedimentos da cor. Mulatos no Brasil e em Portugal c. 1640- 1750. Varia História, Belo Horizonte, v. 28, n. 48, p. 699-723, jul./dez. 2012.

SCOTT, Ana Silvia Volpi; SCOTT, Dario. Cruzamento nominativo de fontes: desafios, problemas e algumas reflexões para a utilização dos registros paroquiais. In: ENCONTRO NACIONAL DE ESTUDOS POPULACIONAIS, 15., 2006, Caxambu. Anais... Caxambu: ABEP, 2006.

SCOTT, Ana Silvia Volpi; SCOTT, Dario. NACAOB: una opción informatizada para historiadores de la familia. In: CELTON, Dora; GHIRARDI, Mónica; CARBONETTI, Adrián. (Org.). Poblaciones históricas: fuentes, métodos y líneas de investigación. Rio de Janeiro: ALAP, 2009, p. 171-185.

SCOTT, Ana Silvia Volpi; SCOTT, Dario. Uma alternativa metodológica para o cruzamento semiautomático de fontes nominativas: o NACAOB como opção para o caso luso-brasileiro. In: BOTELHO, Tarcísio; Van Leeuwen, Marco H.D. (Org.). História social: perspectivas metodológicas. Belo Horizonte: Veredas & cenários, 2012. p. 83-108.




DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2176-6665.2013v18n1p106

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

  

         

 

                       

 

 

Mediações - Revista de Ciências Sociais

Londrina - PR

E-ISSN: 2176-6665

Email: mediacoes@uel.br  

Mediações utiliza a licença Creative Commons Attribution 4.0 International