Desigualdade, Pobreza e Ações do Estado: A Visão de Elites Políticas Não-Estatais

Éder Rodrigo Gimenes, Angélica Ripari, Ednaldo Aparecido Ribeiro

Resumo


Estudos recentes evidenciam que as elites exercem forte influência nos processos políticos nacionais e que sua cultura política deve ser considerada como importante fator explicativo para os fenômenos políticos. Considerando que tais indivíduos apresentam um sistema de crenças e valores diferenciado da maioria dos cidadãos, este artigo tem por objetivo identificar o que pensam as elites sobre a desigualdade e sobre as ações do Estado para combater essa situação, focalizando especificamente atores políticos não estatais que atuam diretamente no processo de formulação e implementação de políticas sociais como membros de conselhos gestores e indiretamente como dirigentes de fundações privadas e associações sem fins lucrativos.


Palavras-chave


Distributivismo; Desigualdades; Pobreza; Elites.

Texto completo:

PDF

Referências


ALMOND, Gabriel; VERBA, Sidney. The civic culture: political attitudes and democracy in five nations. Princeton: Princeton University Press, 1989.

CODATO, Adriano et al. (Org.). Quem governa? um estudo das elites políticas do Paraná. Curitiba: Universidade Federal do Paraná, 2007.

DAHL, Robert Alan. Poliarquia: participação e oposição. São Paulo: Universidade de São Paulo, 1997.

GIMENES, Eder Rodrigo. Cultura política e democracia: apoio difuso e específico entre um segmento da elite não estatal do município de Maringá (PR). 2011. Dissertação (Mestrado em Ciências Sociais) - Universidade Estadual de Maringá, Maringá. 2011.

GIMENES, Eder Rodrigo; RIBEIRO, Ednaldo Aparecido. Cultura política e elites não estatais. São Paulo: Consórcio de Informações Sociais, 2012.

GRYNSZPAN, Mario. A teoria das elites e sua genealogia consagrada. Revista Brasileira de Informação Bibliográfica em Ciências Sociais, Rio de Janeiro, n. 41, p. 35-83, jan./jun. 1996.

INGLEHART, Ronald. The renaissance of political culture. American Political Science Review, Baltimore, v. 82, n. 4, p. 1203-1230, 1988.

KERSTENETZKY, Celia Lessa. Por que se importar com a desigualdade. Dados: Revista de Ciências Sociais, Rio de Janeiro, v. 45, n. 4, p. 649-675, 2002.

LIMA, Maria Regina Soares; CHEIBUB, Zairo Borges. Instituições e valores: as dimensões da democracia na visão da elite brasileira. Revista Brasileira de Ciências Sociais, São Paulo, n. 31, p. 83-110, 1996.

MEDEIROS, Marcelo. O estudo dos ricos no Brasil. Econômica, Rio de Janeiro, v. 17, n. 1, p. 99-128, jun. 2005.

MIGUEL, Luís Felipe. A democracia domesticada: bases antidemocrátricas do pensamento democrático contemporâneo. Dados: Revista de Ciências Sociais, Rio de Janeiro, v. 45, n. 3, p. 483-510, 2002.

O’DONNELL, Guillermo. Pobreza y desigualdad en América Latina: algunas reflexiones políticas. In: TOKMAN, Victor; O'DONELL, Guillermo. Pobreza y desigualdad en América Latina. Buenos Aires: Paidós, 1999a. p. 69-93.

______. Teoria democrática e política comparada. Dados: Revista de Ciências Sociais, Rio de Janeiro, v. 42, n. 4, p. 577-654, 1999b.

PUTNAM, Robert David. Comunidade e democracia: a experiência da Itália Moderna. Rio de Janeiro: Fundação Getúlio Vargas, 1996.

REIS, Elisa. Percepção da elite sobre pobreza e desigualdade. Revista Brasileira de Ciências Sociais, São Paulo, v. 15, n. 42, p. 143-152, fev. 2000.

RENNÓ, Lúcio et al. Legitimidade e qualidade da democracia no Brasil: uma visão da cidadania. São Paulo: Inermeios, 2011.

RIBEIRO, Ednaldo Aparecido; BOLOGNESI, Bruno. As elites paranaenses e a democracia: explorando a estrutura dimensional e os determinantes dos seus valores e atitudes políticas. Revista Tomo, São Cristóvão, n. 12, p. 83-110, jan./jun. 2008.

SCALON, Celi. Justiça como igualdade? A percepção da elite e do povo brasileiro. Revista Sociologias, Porto Alegre, ano 9, n. 18, p. 126-149, jun./dez. 2007.




DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2176-6665.2013v18n1p292

Direitos autorais 2020 Mediações - Revista de Ciências Sociais

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

  

         

 

                       

 

 

Mediações - Revista de Ciências Sociais

Londrina - PR

E-ISSN: 2176-6665

Email: mediacoes@uel.br  

Mediações utiliza a licença Creative Commons Attribution 4.0 International