A nova velhice do provedor

Nívia Cardoso Guirra Santana, Isabel Maria Sampaio Oliveira Lima

Resumo


A longevidade e a melhora da qualidade de vida da população idosa produziram reflexos em diversos setores da sociedade, inclusive nas formações familiares. A imagem dos idosos como dependentes, passa a ser relativizada por outras imagens que afirmam o papel do idoso participativo no âmbito social, econômico e afetivo. O objetivo do presente estudo é discutir o papel do idoso na sociedade contemporânea enquanto protetor da infância. A estratégia metodológica adotada foi de natureza qualitativa, com revisão de literatura e utilização dos dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística(CENSO, PNAD e PEA). Os resultados indicam que, não obstante a importância do tema, tímida é a produção científica brasileira a respeito da guarda de crianças e adolescentes por seus avós, entendida como mecanismo de proteção infantil desenvolvido nas relações familiares intergeracionais.


Palavras-chave


Idoso; Criança; Guarda; Proteção social.

Texto completo:

PDF

Referências


ATTIAS-DONFUT, Claudine. Sexo e envelhecimento. In: PEIXOTO, Clarice Ehlers (Org.). Família e envelhecimento. Rio de Janeiro: Editora FGV, 2004.

BARROS, Myriam Moraes Lins de. Trajetória dos estudos de velhice no Brasil. Sociologia, Problemas e Práticas, Lisboa, n. 52, 2006.

BEHRING, Eliane Rossetti; BOSCHETTI, Ivanete. Política social: fundamentos e história. São Paulo: Cortez, 2006.

BRASIL. Lei n. 10.741, de 1 de outubro de 2003. Dispõe sobre o estatuto do idoso e dá outras providências, 2011.

BRASIL. Ministério da Previdência Social. Evolução recente da proteção previdenciária e seus impactos sobre o nível de pobreza. Informe de Previdência Social, Brasília, v. 22, n. 10, out. 2010.

BRUSCHINI, Cristina. Uma abordagem sociológica de família. Revista Brasileira de Estudos da População, São Paulo, v. 6, n. 1, p. 1-23, jan./jun. 1989.

CABRAL, Benedita Edina S. Lima. Longevidade e permanência das desigualdades de gênero e geração na família Contemporânea. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE SOCIOLOGIA, 14., 2009, Rio de Janeiro. Anais. Rio de Janeiro: Sociedade Brasileira de Sociologia.

CAMARANO Ana Amélia et al. Famílias: espaço de compartilhamento de recursos e vulnerabilidades. In: CAMARANO, Ana Amélia (Org). Os novos brasileiros: muito além dos 60? Rio de Janeiro: IPEA, 2004. p. 137-167.

CAMARANO Ana Amélia. O idoso brasileiro no mercado de trabalho. Rio de Janeiro: IPEA, 2001.

CARRERA-FERNANDEZ, José; MENEZES, Wilson. O idoso no mercado de trabalho: uma análise a partir da região metropolitana de Salvador. Revista Econômica do Nordeste, Fortaleza, 2001.

CARVALHO, Maria do Carmo Brant. A priorização da família na agenda da política social. In: KALOUSTIAN, Silvio Manoug (Org.). Família brasileira, a base de tudo. 9. ed. São Paulo: Cortez, 2010. p. 93-108.

DEBERT, Guita Grin. A reinvenção da velhice: socialização e processos de reprivatização do envelhecimento. São Paulo: Edusp/Fapesp, 1999.

DELGADO, Josimara. Contemporaneidade e costume: reflexões sobre gerações, famílias e trabalho. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE SOCIOLOGIA: CONSENSOS E CONTROVÉRSIAS, 14., 2009, Rio de Janeiro. Anais. Rio de Janeiro: Sociedade Brasileira de Sociologia, 2009.

GAIARSA, Maria Amélia Chagas. A imagem do idoso na publicidade brasileira: uma retrospectiva. In: JACQUET, Christiane; COSTA Lívia Fialho. Família em mudança. São Paulo: Companhia Ilimitada, 2004.

IBGE. Pesquisa nacional por amostra de domicílios: síntese de indicadores 2009. Rio de Janeiro: IBGE, 2010.

IPEA. Boletim Mercado de Trabalho: conjuntura e análise, n. 47, maio 2011.

MILAN, Anne Milan; HAMM, Brian. Le liens entre les générations: grand-parents et petitsenfants. Tendances Sociales Canadiennes, Statistique Canada, n. 11, 2003.

MIOTO, Regina Celia Tamaso. Família e políticas sociais. In: BEHRING, Eliane Rossetti et al. Política social no capitalismo: tendências contemporâneas. São Paulo: Cortez, 2008. p 130-148.

MOREIRA, Maria Ignez Costa. As desigualdades sociais e a produção da judicialização da infância e da adolescência no Brasil. In: MAYORGA, Claudia; PEREIRA, Maristela; RASERA, Emerson (Org.). Psicologia social: sobre desigualdade e enfrentamentos.

Curitiba: Juruá, 2010.

MOTTA, Alda Brito. Relações. Sociabilidades possíveis: idosos e tempo geracional. In: PEIXOTO, Clarice Ehlers (Org.). Família e envelhecimento. Rio de Janeiro: Editora FGV, 2004. p. 109-144.

NASCIMENTO, Roberta Fernandes Lopes; ARGIMON, Irani I. de Lima; LOPES, Regina Maria Fernandes. Atualidades sobre o idoso no mercado de trabalho. 2006.

NEVES, Delma Pessanha. As idosas provedoras e o enraizamento familiar. In: FONSECA, Cláudia; BRITES, Jurema (Org.). Etnografias da participação. Santa Cruz do Sul: EDUNISC, 2006.p. 359-379.

PEIXOTO, Clarice Ehlers. Aposentadoria: retorno ao trabalho e solidariedade familiar. In: PEIXOTO, Clarice Ehlers. Família e envelhecimento. Rio de Janeiro: Editora FGV, 2004a.

PEIXOTO, Clarice Ehlers. Trabalhando sempre: aposentados que se reinserem no mercado de trabalho e apoio familiar. In: JACQUET, Christine; COSTA Lívia Fialho (Org.). Família em mudança. São Paulo: Companhia Ilimitada, 2004b.

PETRINI, João Carlos. Políticas sociais dirigidas à família. In: BORGES, Ângela; CASTRO, Mary Garcia (Org.). Família, gênero e gerações: desafios para as políticas sociais. São Paulo: Paulinas, 2007.

RIZZINI, Irene (Coord.) et al. Acolhendo crianças e adolescentes: experiências de promoção de direito à convivência familiar e comunitária no Brasil. 2. ed. São Paulo: Cortez, 2007.

SANTANA, Rafael Liberal Ferreira; POUCHAIN, Geise de Castro; BISSI, Luciano Fávaro. Previdência social e o censo 2000: perfil dos idosos. Informe de Previdência Social, Brasília, v.14, n. 9, set. 2002.

SILVA, Keila Queiroz et al. O (a) Idoso (a): uma face e uma voz interditadas pela família e pela escola em Campina Grande. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA, 2., 2004, Belo Horizonte. Anais. Belo Horizonte, 2004.

SIMÕES, Júlio Asses. Provedores e militantes: imagens de homens aposentados na família e na vida pública. In: PEIXOTO, Clarice Ehlers (Org.). Família e envelhecimento. Rio de Janeiro: Editora FGV, 2004.

TEIXEIRA, Solange Maria. Envelhecimento do trabalhador e as tendências das formas de proteção social na sociedade brasileira. Argumentum, Vitória, v. 1, n. 1, jul./dez. 2009.

WAJNMAN, Simone; OLIVEIRA, Ana Maria H. C.; OLIVEIRA, Elzira Lúcia de Os idosos no mercado de trabalho: tendências e consequências. In: CAMARANO, Ana Amélia (Org.). Os novos idosos brasileiros: muito além dos 60? Rio de Janeiro: IPEA, 2004. p. 453-479.




DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2176-6665.2012v17n2p181

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

  

         

 

                       

 

 

Mediações - Revista de Ciências Sociais

Londrina - PR

E-ISSN: 2176-6665

Email: mediacoes@uel.br  

Mediações utiliza a licença Creative Commons Attribution 4.0 International