Velhas benzedeiras

Marisete Terezinha Hoffmann-Horochovski

Resumo


Este artigo versa sobre a permanência da benzeção praticada por velhas residentes no litoral do Estado do Paraná. Por meio da história oral, quatro mulheres discorreram sobre suas vidas e seus ofícios, permitindo pensar tanto sobre o benzimento quanto sobre a velhice na atualidade. Elas acreditam que receberam um “dom divino” e dedicam boa parte de seu tempo e energia para curar doenças, males do corpo e da alma. Por meio de suas vozes, encontrei a possibilidade de registrar uma atividade que faz parte da cultura imaterial e que pode desaparecer em muitos lugares. Ademais, o modo de vida dessas mulheres reforça a afirmação de que a velhice no século XXI abrange múltiplas práticas e expressões.


Palavras-chave


Benzimento; Cura; Oralidade; Velhice.

Texto completo:

PDF

Referências


ARAÚJO, Fabiano Lucena de. Representações de doença e cura no contexto da prática popular da medicina: estudo de caso sobre uma benzedeira. CAOS – Revista Eletrônica de Ciências Sociais. N. 18, p. 81-97, set. de 2011.

BEAUVOIR, Simone. A velhice. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1990.

BENJAMIN, Walter. O narrador – considerações sobre a obra de Nikolai Leskov. In:______ Magia e arte, técnica e ciência. Obras escolhidas. Vol I, São Paulo: Brasiliense, 1993.

BOSI, Ecléa. Memória e sociedade – lembranças de velhos. 9. ed. São Paulo: Companhia das Letras, 2001.

BRITTO DA MOTTA, Alda. Envelhecimento e sentimento do corpo. In: MINAYO, M.C.de S; COIMBRA JR. C.E.A (orgs). Antropologia, saúde e envelhecimento. Rio de Janeiro: Fiocruz, 2002.

MINAYO, M.C.de S; COIMBRA JR. C.E.A. Introdução – Dossiê Gênero, idades e gerações. Cadernos CRH, Salvador, v.17, n. 42, p. 349-355, Set. /Dez., 2004.

D’AQUINO, Nora. No bico do corvo – nove narrativas de velhos: corpo e voz. Dissertação de Mestrado. Programa de pós-graduação em Sociologia. Curitiba: UFPR,2004.

DATASUS. Informações de saúde demográficas e socioeconômicas. População residente Brasil.

DEBERT, Guita Grin. A reinvenção da velhice. São Paulo: Edusp, 1999.

ELIAS, Norbert. A solidão dos moribundos. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2001.

HOFFMANN-HOROCHOVSKI, Marisete T. Memórias de morte e outras memórias (lembranças de velhos). Tese de Doutorado, Curso de Pós-Graduação em Sociologia, Setor de Ciências Humanas, Letras e Artes, Universidade Federal do Paraná, 2008. IPHAN. Prêmio Rodrigo Melo Franco de Andrade. Categoria Salvaguarda de bens de natureza imaterial – Mapeamento social das benzedeiras dos municípios de São João do Triunfo e Rebouças do Estado do Paraná. Proponente: Movimento dos Aprendizes da Sabedoria. Irati/PR. 2011.

LÉVI-STRAUSS, Claude. O feiticeiro e sua magia In: ______ Antropologia Estrutural. São Paulo: Cosac Naify, 2008.

LIMA, Widney Pereira de. Reza e cura: uma etnografia de rezadores em Benjamin Constant – Amazonas. 35º Encontro Anual da ANPOCS. GT 31 – Saúde, emoção e Moral.

KOVÁCS, Maria Júlia (Coord). Morte e desenvolvimento humano. São Paulo: Casa do Psicólogo, 1992.

SANTOS, Francimário Vito dos. O ofício das rezadeiras: um estudo antropológico sobre as práticas terapêuticas e a comunhão de crenças em cruzeta/RN. Dissertação de Mestrado, Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social, Centro de Ciências

Humanas, Letras e Artes, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, 2007.

SILVA, Claudia Santos da. Rezadeiras: guardiãs da memória. V ENECULT – Encontro de Estudos Multidisciplinares em Cultura. Faculdade de Comunicação, UFBA, 2009.

SILVA, Marcelo K. Uma introdução à história oral. In: Pesquisa social empírica: métodos e técnicas. Cadernos de Sociologia, v.9. Porto Alegre: PPGS/UFRGS, 1998.

SILVA, Maria Gizele da. Ajuda pelo toque das mãos. Gazeta do Povo. Vida e cidadania. Curitiba, 2012.

SILVA, Victor A. G.; REINHARDT, Juliana C. (orgs). Benza Deus! Benzedeiras em Curitiba: modernidade e tradição. Curitiba: Ed. do autor, 2009.




DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2176-6665.2012v17n2p126

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

  

         

 

                       

 

 

Mediações - Revista de Ciências Sociais

Londrina - PR

E-ISSN: 2176-6665

Email: mediacoes@uel.br  

Mediações utiliza a licença Creative Commons Attribution 4.0 International