O antiterrorismo após o 11/09 como legitimação do novo policiamento global

Geraldo Alves Teixeira Júnior

Resumo


O artigo aborda o significado da expressão "polícia do mundo", recorrente entre os críticos do imperialismo americano. A partir da década de 1970, o termo adquire outros significados, pois os Estados Unidos passam a empregar novos procedimentos para exercer seu poder de polícia global no contexto da "guerra contra as drogas". Desde os atentados de 11 de setembro de 2001, o novo policiamento internacional se tornou mais freqüente e mais agressivo com as chamadas extraordinary renditions na "guerra contra o terror". De modo geral, busca-se mostrar que o problema do policiamento internacional vai além das análises sistêmicas. Como objetivo específico, pretende-se realçar que as práticas aí envolvidas e outrora rejeitadas adquirem legitimidade quando são justificadas pelo discurso do combate ao terrorismo internacional.

 


Palavras-chave


Estados Unidos; Política externa; Antiterrorismo; Policiamento global.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2176-6665.2011v16n2p140

Direitos autorais

Mediações - Revista de Ciências Sociais

Londrina - PR

ISSN: 1414-0543

EISSN: 2176-6665

Email: mediacoes@uel.br


Creative Commons License

 

Todos os artigos científicos publicados em mediacoes@uel.br estão licenciados sob uma Licença Creative Commons