Submissões

Submissões Online

Já possui um login/senha de acesso à revista Mediações - Revista de Ciências Sociais?
Acesso

Não tem login/senha?
Acesse a página de cadastro

O cadastro no sistema e posterior acesso, por meio de login e senha, são obrigatórios para a submissão de trabalhos, bem como para acompanhar o processo editorial em curso.

 

Diretrizes para Autores

Normas para Publicação

Mediações publica textos inéditos em português, espanhol e inglês. As submissões não deverão estar sendo avaliadas para publicação por outra revista.

Os artigos, acompanhados de título, resumo e palavras-chave (em português e em inglês), devem possuir um volume aproximado de 60.000 caracteres (com espaços). O resumo, com o máximo de quinze linhas, deverá definir com clareza o objeto da discussão. As palavras-chave deverão identificar de forma clara o objeto de estudo, o tema ou a área de concentração do artigo, devendo estar no limite entre 3 e 5.

As resenhas de livros publicados no Brasil nos últimos três anos ou no exterior nos últimos cinco anos, devem tanto apresentar as ideias centrais do(a)s autore(a)s, como as considerações críticas do(a) resenhista sobre o conteúdo do livro ou da coletânea. Devem conter aproximadamente 3.000 palavras.

A apresentação dos textos deverá ser em formato Microsoft Word (ou editor de texto compatível), em espaço 1,5 e fonte Times New Roman de 12 pontos. As figuras e tabelas devem ser inseridas no corpo do texto, não no final do documento. Notas de rodapé devem ser curtas e só serão publicadas se forem essenciais para a compreensão de ideias e conceitos-chave. As citações em língua estrangeira deverão ser traduzidas para a língua adotada no artigo.

Os textos devem seguir o sistema de referência ABNT. Citações ao longo do texto deverão obedecer ao padrão Autor(a) (data, p.). Exemplo:

De acordo com Fernandes (2001, p. 63), "A sociologia, como modo de explicação científica do comportamento social e das condições sociais de existência dos seres vivos, representa um produto recente do pensamento moderno."

A citação direta ou textual com 40 palavras ou mais deve ser apresentada em parágrafo próprio, sem aspas duplas, iniciando com a linha avançada (sem avanço de primeira linha e com recuo esquerdo de 4 cm) e terminando com a margem direita sem recuo – nesses casos, utiliza-se espaçamento simples e fonte de 10 pontos.

Quando a citação for indireta, abordando conceitos ou ideias do(a) autor(a) em referência, mas redigido com palavras próprias do(a) autor(a) do artigo, o nome do(a) autor(a) de referência deverá constar dentro de parênteses. Exemplo:

A dissonância cultural é um dos condicionantes estruturais que reduz a capacidade totalizadora do Estado. Isto se reflete claramente nos conflitos que surgem da contradição que se estabelece entre os Estados Nacionais e a diversidade cultural das populações no mundo globalizado (MÉSZÁROS, 2002, p. 126).

Quando se trata de um(a) autor(a) citado(a) por outro(a) autor(a), deve-se utilizar a forma apud (citado por). Exemplo:

Para Sartre (1963 apud MÉSZÁROS, 2002).

Quando houver citação de depoimentos ou entrevistas ao longo do texto, devem estar em itálico. Falas com 40 ou mais palavras devem ser apresentadas em parágrafo próprio, sem aspas duplas, iniciando com a linha avançada (sem avanço de primeira linha e com recuo esquerdo de 4 cm) e terminando com a margem direita sem recuo – nesses casos, utiliza-se espaçamento simples e fonte de 10 pontos.

Referências Bibliográficas devem vir ao final do artigo sob o título “Referências Bibliográficas”, com as obras citadas ao longo do texto, de acordo com as normas nos exemplos a seguir:

Livros: SKINNER, Quentin. As fundações do pensamento político moderno. São Paulo: Companhia das Letras, 1996.

Capítulos de livros: FRASER, Nancy. Da redistribuição ao reconhecimento? Dilemas da justiça na era pós-socialista. In: SOUZA, Jessé (Org.). Democracia hoje: novos desafios para a teoria democrática contemporânea. Brasília: Ed. da UNB, 2001.

Artigos: ALEXANDER, Jeffrey C. Ação Coletiva, Cultura e Sociedade Civil: secularização, atualização, inversão, revisão e deslocamento do modelo clássico dos movimentos sociais. Revista Brasileira de Ciências Sociais, vol. 3, nº 37, São Paulo, jun/1998, p.5-31.

Resultados de pesquisas: CHAGURI, Mariana. Do Recife dos anos 20 ao Rio de Janeiro dos anos 30: José Lins do Rego, regionalismo e tradicionalismo. Dissertação de Mestrado, Sociologia, Universidade Estadual de Campinas, 2007.

Textos disponíveis na internet: CALDAS, Juarez. O fim da economia: o começo de tudo. Disponível em: <http://www.caldasecon.com.br>. Acesso em: 23 abr. 2010

Referências a tradutores(as) e ao número das edições das obras são facultativas.

Direitos autorais dos textos publicados são reservados a Mediações e publicações posteriores dos mesmos serão permitidas, desde que citada a publicação original.

 

As contribuições devem ser enviadas exclusivamente pelo portal da Revista.

 

MEDIAÇÕES – REVISTA DE CIÊNCIAS SOCIAIS

Departamento de Ciências Sociais/Centro de Letras e Ciências Humanas

Universidade Estadual de Londrina/Campus Universitário

Caixa Postal 6001 – Londrina/PR – 86055-900

Fone: 55-43-33714456

Brasil

http://www.uel.br/revistas/uel/index.php/mediacoes

mediacoes@uel.com.br

 

 

Mediações publica textos inéditos em português, espanhol e inglês. As submissões não deverão estar sendo avaliadas para publicação por outra revista. Os artigos, acompanhados de título, resumo e palavras-chave (em português e em inglês), devem possuir um volume aproximado de 60.000 caracteres (com espaços). O resumo, com o máximo de quinze linhas, deverá definir com clareza o objeto da discussão. As palavras-chave deverão identificar de forma clara o objeto de estudo, o tema ou a área de concentração do artigo, devendo estar no limite entre 3 e 5. As resenhas de livros publicados no Brasil nos últimos três anos ou no exterior nos últimos cinco anos, devem tanto apresentar as ideias centrais do(a)s autore(a)s, como as considerações críticas do(a) resenhista sobre o conteúdo do livro ou da coletânea. Devem conter aproximadamente 3.000 palavras. A apresentação dos textos deverá ser em formato Microsoft Word (ou editor de texto compatível), em espaço 1,5 e fonte Times New Roman de 12 pontos. As figuras e tabelas devem ser inseridas no corpo do texto, não no final do documento. Notas de rodapé devem ser curtas e só serão publicadas se forem essenciais para a compreensão de ideias e conceitos-chave. As citações em língua estrangeira deverão ser traduzidas 4 para a língua adotada no artigo. Os textos devem seguir o sistema de referência ABNT. Citações ao longo do texto deverão obedecer ao padrão Autor(a) (data, p.). Exemplo: De acordo com Fernandes (2001, p. 63), "A sociologia, como modo de explicação científica do comportamento social e das condições sociais de existência dos seres vivos, representa um produto recente do pensamento moderno." A citação direta ou textual com 40 palavras ou mais deve ser apresentada em parágrafo próprio, sem aspas duplas, iniciando com a linha avançada (sem avanço de primeira linha e com recuo esquerdo de 4 cm) e terminando com a margem direita sem recuo – nesses casos, utiliza-se espaçamento simples e fonte de 10 pontos. Quando a citação for indireta, abordando conceitos ou ideias do(a) autor(a) em referência, mas redigido com palavras próprias do(a) autor(a) do artigo, o nome do(a) autor(a) de referência deverá constar dentro de parênteses. Exemplo: A dissonância cultural é um dos condicionantes estruturais que reduz a capacidade totalizadora do Estado. Isto se reflete claramente nos conflitos que surgem da contradição que se estabelece entre os Estados Nacionais e a diversidade cultural das populações no mundo globalizado (MÉSZÁROS, 2002, p. 126). Quando se trata de um(a) autor(a) citado(a) por outro(a) autor(a), deve-se utilizar a forma apud (citado por). Exemplo: Para Sartre (1963 apud MÉSZÁROS, 2002). Quando houver citação de depoimentos ou entrevistas ao longo do texto, devem estar em itálico. Falas com 40 ou mais palavras devem ser apresentadas em parágrafo próprio, sem aspas duplas, iniciando com a linha avançada (sem avanço de primeira linha e com recuo esquerdo de 4 cm) e terminando com a margem direita sem recuo – nesses casos, utiliza-se espaçamento simples e fonte de 10 pontos. Referências Bibliográficas devem vir ao final do artigo sob o título “Referências Bibliográficas”, com as obras citadas ao longo do texto, de acordo com as normas nos exemplos a seguir: Livros: SKINNER, Quentin. As fundações do pensamento político moderno. São Paulo: Companhia das Letras, 1996. Capítulos de livros: FRASER, Nancy. Da redistribuição ao reconhecimento? Dilemas da justiça na era pós-socialista. In: SOUZA, Jessé (Org.). Democracia hoje: novos desafios para a teoria democrática contemporânea. Brasília: Ed. da UNB, 2001. Artigos: ALEXANDER, Jeffrey C. Ação Coletiva, Cultura e Sociedade Civil: secularização, atualização, inversão, revisão e deslocamento do modelo clássico dos movimentos sociais. Revista Brasileira de Ciências Sociais, vol. 3, nº 37, São Paulo, jun/1998, p.5-31. 5 Resultados de pesquisas: CHAGURI, Mariana. Do Recife dos anos 20 ao Rio de Janeiro dos anos 30: José Lins do Rego, regionalismo e tradicionalismo. Dissertação de Mestrado, Sociologia, Universidade Estadual de Campinas, 2007. Textos disponíveis na internet: CALDAS, Juarez. O fim da economia: o começo de tudo. Disponível em:. Acesso em: 23 abr. 2010 Referências a tradutores(as) e ao número das edições das obras são facultativas. Direitos autorais dos textos publicados são reservados a Mediações e publicações posteriores dos mesmos serão permitidas, desde que citada a publicação original. As contribuições devem ser enviadas exclusivamente pelo portal da Revista.

 

Condições para submissão

Como parte do processo de submissão, os autores são obrigados a verificar a conformidade da submissão em relação a todos os itens listados a seguir. As submissões que não estiverem de acordo com as normas serão devolvidas aos autores.

  1. A contribuição é original e inédita, e não está sendo avaliada para publicação por outra revista, caso contrário, deve-se justificar em "Comentários ao Editor".
  2. Os artigos, acompanham resumo, palavras-chave e título (em português e inglês).

  3. Os arquivos para submissão estão em formato Microsoft Word, OpenOffice ou RTF (desde que não ultrapassem 2MB).

    Os manuscritos devem ser submetidos exclusivamente pelo sistema online da revista, acessível no link: http://www.uel.br/revistas/uel/index.php/mediacoes/login A conformidade com a norma culta da língua e com os padrões da ABNT é de responsabilidade dos autores, que ao submeterem os manuscritos comprometem-se ainda com sua adequação às “normas para publicação” da revista.

  4. URLs para as referências foram informadas quando necessário.
  5. O texto está em espaço 1,5; usa uma fonte de 12-pontos; as figuras e tabelas estão inseridas no texto, não no final do documento, como anexos.
  6. O texto segue os padrões de estilo e requisitos bibliográficos descritos em Diretrizes para Autores, na seção Sobre a Revista.
  7. A identificação de autoria do trabalho foi removida do arquivo e da opção Propriedades no Word, garantindo desta forma o critério de sigilo da revista, caso submetido para avaliação por pares (ex.: artigos), conforme instruções disponíveis em Assegurando a Avaliação Cega por Pares.
 

Declaração de Direito Autoral

A revista se reserva o direito de efetuar, nos originais, alterações de ordem normativa, ortográfica e gramatical, com vistas a manter o padrão culto da língua e a credibilidade do veículo. Respeitará, no entanto, o estilo de escrever dos(as) autores(as). Alterações, correções ou sugestões de ordem conceitual serão encaminhadas aos(às) autores(as), quando necessário. Nesses casos, os artigos, depois de adequados, deverão ser submetidos a nova apreciação. As provas finais não serão encaminhadas aos(às) autores(as). Os trabalhos publicados passam a ser propriedade de Mediações, ficando sua reimpressão total ou parcial sujeita a autorização expressa da revista. 


Os trabalhos publicados passam a ser propriedade da revista Mediações: Revista de CIências Sociais, ficando sua reimpressão total ou parcial sujeita a autorização expressa da revista. 


Em todas as citações posteriores, deverá ser consignada a fonte original de publicação, no caso Mediações. As opiniões emitidas pelos(as) autores(as) dos artigos são de sua exclusiva responsabilidade.

 

 

Política de Privacidade

A análise de mérito é realizada por, no mínimo, dois pareceristas ad hoc, especialistas no tema, convidados por Mediações para emitirem seus pareceres. Em caso de discordância entre os dois pareceres, solicita-se uma terceira avaliação. O processo é organizado de modo a preservar a identidade da autoria e da avaliação. Cabe ao editor de seção responsável pelo artigo a escolha dos pareceristas que avaliarão o manuscrito, bem como a comunicação da decisão editorial ao autor. O artigo pode ser aceito sem necessidade de alterações, aceito desde que observadas as correções obrigatórias ou rejeitado.

No caso de o manuscrito ter sido aceito sem necessidade de alterações, cabe ao editor de seção: 1- encaminhar o manuscrito para os editores responsáveis.

No caso de o manuscrito ter sido aceito desde que observadas as correções obrigatórias, cabe também ao editor de seção: 1- verificar com o autor se ele se dispõe a realizar tais correções, dentro de um prazo razoável estipulado pelo editor de seção; 2 - receber a nova versão do manuscrito, averiguar se as alterações foram realizadas a contento ou, a seu critério, reencaminhar o manuscrito para os pareceristas realizarem essa verificação; 3 - informar o autor sobre a decisão final; 4 – em caso de aprovação, encaminhar o manuscrito para os editores responsáveis.

No caso de o manuscrito ter sido rejeitado, cabe ao editor de seção: 1- contatar o autor, enviando os pareceres de recusa do artigo e 2- informar os editores responsáveis da recusa ocorrida, enviando, inclusive, os pareceres que atestam a decisão.