A posição (realista ou racionalista?) do brasil em face da decisão da OMC

Gilberto Vaciles Bilacchi Junior

Resumo


As tratativas entre os países que compõem a modernasociedade internacional sempre foram marcadas por divergênciase conflitos de interesses, especialmente âmbito das relaçõescomerciais. A partir da análise da discussão travada entre oBrasil e os Estados Unidos da América perante a OrganizaçãoMundial do Comércio – OMC, e que culminou com a autorizaçãodo órgão internacional para que o nosso país adotasse medidasfinanceiras compensatórias aos prejuízos causados pelossubsídios agrícolas concedidos aos produtores norte-americanos,analisar-se-á, com base nas diferentes correntes teóricas do direitointernacional, como se dá a tomada de decisões pelos países noâmbito das relações internacionais. Será dado destaque para aEscola das Três Tradições, que se baseia nos conceitos de HedleyBull e Martin Wight de três tradições de ação no ambienteinternacional.


Palavras-chave


Teorias das relações internacionais; Caso Brasil e EUA perante a OMC; Escola das três tradições.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2178-8189.2012v16n1p195



Scientia Iuris

ISSN (eletrônico) 2178-8189

 

E-mail: revistamdireito@uel.br



 
Esta obra está licenciada com uma licença Creative Commons Atribuição-Não comercial 4.0 Internacional.