A influência do contexto econômico na interpretação judicial: na vida a gente pede o quanto quer e recebe o quanto pode

ALESSANDRA CAVALCANTE SCHERMA SCHURIG, JÚLIO CÉSAR DE SÁ ROCHA

Resumo


O presente artigo tem por objetivo analisar a dialeticidade existente entre sistemas econômico, social e jurídico permitindo a rejeição de uma visão metafisica em favor de uma  contextualização do direito em bases historicistas e contextuais, repensando o papel do Poder Judiciário diante da complexidade ambiental enfrentada pela hermenêutica judicial que deverá manter a juridicidade da compreensão e das respostas ao mesmo tempo que considera as racionalidades advindas dos demais sistemas.


Palavras-chave


Economia; Direito; Interpretação; Sistemas

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2178-8189.2019v23n2p147

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

Scientia Iuris

ISSN (eletrônico) 2178-8189

 

E-mail: revistamdireito@uel.br



 
Esta obra está licenciada com uma licença Creative Commons Atribuição-Não comercial 4.0 Internacional.