Inteligência Competitiva: metodologias aplicadas em empresas brasileiras

Frederico Vidigal, Mônica Erichsen Nassif

Resumo


Introdução: Apresenta um panorama acerca da Inteligência Competitiva no contexto das organizações brasileiras. 

Objetivo: Investiga a existência de metodologias de Inteligência Competitiva aplicadas a organizações nacionais e multinacionais de diferentes segmentos de mercado. 

Metodologia: Revisão de literatura nacional e internacional – envolvendo o status quo da atividade de Inteligência Competitiva no mundo – e cujo conteúdo foi confrontado com os resultados obtidos em entrevistas realizadas em 13 organizações nacionais e multinacionais com atuação no Brasil, no período de dezembro de 2010 a abril de 2011.

Resultados: No artigo foram analisados os diferentes objetivos e experiências de Inteligência Competitiva em organizações envolvendo diferentes práticas para a projeção de cenários, análise de conteúdos provenientes de mídias e monitoramento do ambiente geral e setorial das organizações. A pesquisa apontou ainda as principais fontes e produtos de informação, perfil dos participantes e ferramentas utilizadas para a prática de Inteligência Competitiva no ambiente organizacional brasileiro.

Conclusões: Embora as organizações adotem metodologias relativamente similares de Inteligência Competitiva, essa atividade apresenta objetivos distintos, afeitos tanto ao enfoque estratégico, quanto aos enfoques mercadológico, comercial e de vendas, prevalecendo o primeiro. O aspecto estratégico também está refletido nos modelos de subordinação hierárquica dominante das áreas de Inteligência Competitiva.

 

 

 


Palavras-chave


Inteligência Competitiva; Inteligência de Mercado; Fontes de Informação; Produtos de Informação; Monitoração Ambiental

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1981-8920.2012v17n1p93



  

Inf. Inf.

ISSN: 1981-8920 (versão somente online)

DOI: 10.5433/1981-8920

e-mail: infoeinfo@uel.br



Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional