A Qualidade da Informação na Web: uma abordagem semiótica

Juliana de Assis, Maria Aparecida Moura

Resumo


Introdução: A dinamicidade da criação e do uso da informação bem como a flexibilidade e mutabilidade que moldam as trocas simbólicas nos ambientes digitais colaborativos constituem um desafio a mais para se pensar a qualidade da informação.

Objetivo: Discutir a qualidade da informação a partir de uma perspectiva pragmática.

Metodologia: Pesquisa bibliográfica, a partir de consultas às bases de dados Scientific Commons e Scopus, publicações internacionais em Ciência da Informação, pesquisas em andamento, capítulos de livros, teses e dissertações e periódicos científicos nacionais da área.

Resultados: A partir das reflexões desenvolvidas, aponta-se que as abordagens convencionais do conceito de qualidade da informação apresentam insuficiências ante o desafio de se compreender como ela se estabelece num ambiente interativo e colaborativo permeado por trocas simbólicas constantes mediadas pela arquitetura de redes sociais em que o modelo de usuário passivo dá lugar a um sujeito ativo e dinamizador do signo.

Conclusões: Considera-se que as pesquisas sobre a qualidade da informação na web necessitam de abordagens que reconheçam esse ambiente como um espaço de articulação dos processos de significação e de evidenciação das dinâmicas de produção e compartilhamento de significados.


Palavras-chave


Qualidade da Informação; Ambientes Colaborativos; Semiótica; Redes Sociais; Análise de Redes Sociais

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1981-8920.2011v16n3p96



  

Inf. Inf.

ISSN: 1981-8920 (versão somente online)

DOI: 10.5433/1981-8920

e-mail: infoeinfo@uel.br



Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional