Entre sigilo e transparência: análise do processo de elaboração da lei de acesso à informação no poder executivo federal (2006-2009)

Francisco Eduardo Gonçalves, Georgete Medleg Rodrigues, Solano dos Santos Nascimento

Resumo


Introdução: A Lei de Acesso à Informação (LAI) foi debatida no âmbito do Poder Executivo Federal entre os anos de 2006 e 2009. O texto foi resultado do confronto entre posições divergentes sobre o alcance e a amplitude da transparência que se pretendia alcançar. Objetivo: Identificar e analisar a posição de diferentes agentes públicos, no âmbito do poder executivo federal, quanto a certos aspectos da LAI buscando, nessa perspectiva, compreender o processo de discussão interna, identificando os setores mais inclinados ao sigilo e os mais associados à transparência. Metodologia: Os procedimentos metodológicos consistiram em pesquisa nos documentos de arquivo de doze órgãos integrantes da administração Pública Federal citados na Exposição de Motivos enviada ao Congresso e cujo acesso se deu por meio da própria LAI. Resultados: Foram identificados registros arquivísticos de setores do governo com restrições à proposta de uma nova lei de acesso. Conclusões: O projeto da LAI encontrou resistência principalmente de setores da administração pública que lidam com informações relacionadas à defesa nacional e às relações exteriores. Constatou-se que o Comando do Exército foi o órgão que apresentou as objeções mais explícitas à ideia de criação de uma lei de acesso à informação, bem como o Ministério das Relações Exteriores. Os pontos mais polêmicos foram as regras para classificação de documentos considerados sensíveis, incluindo categorias de sigilo, o prazo de proteção e a possibilidade ou não de perpetuação do sigilo por tempo indefinido.


Palavras-chave


Recuperação da Informação; Compartilhamento da Informação

Texto completo:

PDF

Referências


AERONÁUTICA. Ofício nº 116, 2008.

BARROS, Dirlene Santos. A LEI BRASILEIRA DE ACESSO À INFORMAÇÃO: Uma análise da sua construção, do contexto nacional ao contexto político oligárquico do estado do Maranhão (2009-2014). 2017. 238 f. Tese (Doutorado em Ciência da Informação) – Universidade de Brasília, Brasília, 2017. Disponível em: http://repositorio.unb.br/handle/10482/24009. Acesso: mar. 2019.

BRASIL. Lei 12.527 de 18 de novembro de 2011. Regula o acesso a informações previsto no inciso XXXIII do art. 5, no inciso II do § 3 do art. 37 e no § 2 do art. 216 da Constituição Federal; altera a Lei 8.112, de 11 de dezembro de 1990; revoga a Lei 11.111, de 5 de maio de 2005, e dispositivos da Lei 8.159, de 8 de janeiro de 1991; e dá outras providências. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2011-2014/2011/lei/l12527.htm. Acesso: 15 jun. 2017.

BRASIL. Câmara dos Deputados. PL 219/2003. Regulamenta o inciso XXXIII do art. 5º da Constituição Federal, dispondo sobre prestação de informações detidas pelos órgãos da Administração Pública, 2003. Disponível em: http://www.camara.gov.br/proposicoesWeb/fichadetramitacao?idProposicao=105237. Acesso em: ago. 2018.

BRASIL. Câmara dos Deputados. PL 5.228/2009. Regula o acesso a informações previsto no inciso XXXIII do art. 5º, inciso II do § 3º do art. 37 e no § 2º do art. 216 da Constituição, e dá outras providências. Disponível em: http://www.camara.gov.br/proposicoesWeb/fichadetramitacao?idProposicao=434566. Acesso em: ago. 2018.

BRASIL. Senado Federal. PLC 041/2010. Regulamenta o inciso XXXIII do art. 5º da Constituição Federal, dispondo sobre prestação de informações detidas pelos órgãos da Administração Pública, 2010. Disponível em: https://www25.senado.leg.br/web/atividade/materias/-/materia/96674. Acesso em: ago. 2018.

CGU. Processo 00190.009300/2007-49. Brasília, 2007.

CHEN, Xiaowei. Some basic information on Freedom of Information in Sweden. 2017. Disponível em: https://se.okfn.org/2017/05/23/some-basicinformation-on-freedom-of-information-in-sweden/. Acesso em: 01 out. 2018.

COLLOR, Fernando. Parecer ao PLC 041/2010. Brasília, 2011. Disponível em: http://legis.senado.leg.br/sdleggetter/documento?dm=3948161&disposition=inline. Acesso em: ago. 2018.

CUNHA FILHO, Márcio; XAVIER, Vítor César. Lei de Acesso à Informação: teoria e prática. Rio de Janeiro: Ed. Lumen Juris, 2014.

DUCHEIN, Michel. Obstacles to the Access, Use and Transfer of Information from Archives: A RAMP Study. Paris: Unesco, 1983. Disponível em: http://unesdoc.unesco.org/images/0005/000576/057672Eo.pdf. Acesso em: 21 out. 2018.

EXÉRCITO. Ofício 543-A/4-AL, 2008.

FONSECA, Francisco. A trama conflituosa das políticas públicas: Lógicas e projetos em disputa. Cad. EBAPE.BR, Rio de Janeiro, v. 14, número especial, 2016. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/1679-395162646. Acesso em: 25 ago. 2018.

GIL, Antonio Carlos. Métodos e técnicas de pesquisa social. São Paulo: Ed. Atlas, 2008.

JARDIM, José Maria. A implantação da lei de acesso à informação pública e a gestão da informação arquivística governamental. Liinc Em Revista, Brasília, v. 2, n. 9, 2013.

MARINHA. Parecer nº 52, 2008.

MICHENER, Gregory; MONCAU, Luiz Fernando Marrey; VELASCO, Rafael. Estado brasileiro e Transparência: avaliando a aplicação da lei de acesso à informação. Rio de Janeiro: Fundação Getúlio Vargas, 2015.

MEIJER, Albert. Transparency. In: BOVENS, Mark; GOODIN, Robert E.; SCHILLEMANS, Thomas. The Oxford Handbook of Public Accountability. Oxford: Oxford University Press, 2014. Disponível em: https://www.oxfordhandbooks.com/view/10.1093/oxfordhb/9780199641253.001.0001/oxfordhb-9780199641253-e-043. Acesso em: abr. 2019.

MINISTÉRIO DA DEFESA. Processos 60150.000829/2007-03, volumes 1 e 2, 60430.000196/2008-60 e 60041.000083/2008-48, Brasília, 2007-2008.

MINISTÉRIO DA JUSTIÇA. Processo 08027000212/2006-02, Brasília, 2006.

MINISTÉRIO DAS RELAÇÕES EXTERIORES. Memorando nº 37, 2008.

NASCIMENTO, S. dos S.; RODRIGUES, G. M.; KRAEMER, L. A utilização da Lei de Acesso à Informação pela imprensa: análise dos jornais Folha de S. Paulo, O Estado de S. Paulo e O Globo. RuMoRes, [S. l.], v. 9, n. 18, p. 225-248, 2015. Disponível em: http://www.revistas.usp.br/Rumores/article/view/97261. Acesso em: 25 ago. 2017.

ÖBERG, Ulf. L’exemple suédois. In : Transparence et secret. Colloque pour le XXVème anniversaire de la loi du 17 juillet 1978 sur l’accès aux documents administratifs, 2003. Disponível em: http://www.cada.fr/IMG/pdf/transparence.pdf. Acesso em maio de 2008.

OLIVEIRA JUNIOR, Temístocles Murilo; MONTEIRO, Cristiano Fonseca. Political Dynamics of Policy Transfer of Freedom of Information: The Study of the Brazilian Case. In: ANNUAL CONFERENCE IRSPM, 22., 2018. Anais [...]. Edinburgh, UK: [S.I.], 2018.

ONU. Declaração de Direitos Humanos, 1948. Disponível em: https://www.ohchr.org/EN/UDHR/Pages/Language.aspx?LangID=por. Acesso em novembro 2018.

PAES, Eneida Bastos. A construção da Lei de Acesso à Informação Pública no Brasil: desafios na implementação de seus princípios. Revista do Serviço Público, Brasília, n. 62, v. 4, p. 407-423, out./dez., 2011. Disponível em https://repositorio.enap.gov.br/bitstream/1/1597/1/A%20constru%C3%A7%C3%A3o%20da%20Lei%20de%20Acesso%20%C3%A0%20Informa%C3%A7%C3%A3o%20P%C3%BAblica%20no%20Brasil%20desafios%20na%20implementa%C3%A7%C3%A3o%20de%20seus%20princ%C3%ADpios.pdf. Acesso em: 23 set. 2020.

PÁDUA, Elisabete Matallo Marchesini de. Metodologia da Pesquisa: Abordagem teórico-prática. 17. ed. Campinas: Papirus Editora, 2012.

RODRIGUES, Georgete Medleg. Legislação de Acesso aos Arquivos no Brasil: Um terreno de disputas políticas pela memória e pela história. Acervo, Rio de Janeiro, v. 24, n. 1, p. 257-286, jan/jun, 2011. Disponível em: http://pfdc.pgr.mpf.mp.br/atuacao-e-conteudos-de-apoio/publicacoes/acesso-ainformacao/legislacao-de-acessoaos-arquivos-no-brasil-um-terreno-dedisputas-politicas-pela-memoria-e-pela-historia-georgete-medleg-rodrigues. Acesso em: 18 out. 2018.

RODRIGUES, Georgete Medleg. Memória e segredo na sociedade da informação: a simbologia do caso Herzog. In: ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO, 8., 2007, Salvador. Anais [...]. Salvador: UFBA, 2007.

RTI. Rating. Disponível em: http://www.rti-rating.org. Acesso em: 10 jun. 2018.




DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1981-8920.2020v25n4p47

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

  

Inf. Inf.

ISSN: 1981-8920 (versão somente online)

DOI: 10.5433/1981-8920

e-mail: infoeinfo@uel.br



Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional