Usuários surdos e acessibilidade em bibliotecas: uma revisão da literatura científica brasileira

Sylvana Karla da Silva de Lemos Santos

Resumo


Introdução: as novas tecnologias e a internet promovem mudanças no acesso à informação e na comunicação entre os sujeitos. Os usuários surdos são considerados parte de um público que carece de atenção para atender as suas necessidades informacionais. Objetivo: apresentar uma revisão de literatura de publicações brasileiras que abordam a relação entre usuário Surdo e a biblioteca caracterizada pela acessibilidade à informação e à comunicação. Metodologia: pesquisa exploratória e bibliográfica. Resultados: quantidade escassa de publicações com abordagem no tema tratado. Conclusões: necessidade de maior difusão da cultura e da língua de sinais em espaços formais e não formais para promover o atendimento ao usuário Surdo em sua primeira língua.

Palavras-chave


Surdos. Acessibilidade. Bibliotecas. Revisão de literatura.

Texto completo:

PDF

Referências


AKAICHI, T.; MANABE, V. M. M. L.; BARTALO, L.; ARAÚJO, C. A. A. Comportamento informacional no uso de sistemas de informação: o caso do SICOR. Biblos: Revista do Instituto de Ciências Humanas e da Informação, Rio Grande, v. 27, n. 2, p. 31-46, jul./dez. 2013.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 9050:2004. Acessibilidade a edificações, mobiliário, espaços e equipamentos urbanos. Rio de Janeiro: ABNT, 2004.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 9050:2015. Acessibilidade a edificações, mobiliário, espaços e equipamentos urbanos. Rio de Janeiro: ABNT, 2015.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 15599. Acessibilidade - comunicação na prestação de serviços. Rio de Janeiro: ABNT, 2008.

BRASIL. Convenção sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência. 4a Edição Revista e Atualizada. Brasília, 2012. Disponível em: < http://www.pessoacomdeficiencia.gov.br/app/sites/default/files/publicacoes/convencaopessoascomdeficiencia.pdf >. Acesso em: 21 jul.2017.

BRASIL. Decreto nº 6.949, de 25 de agosto de 2009. Diário Oficial [da] República Federativa do Brasil, Poder Legislativo, Brasília, DF, 26 ago. 2009. Seção 1, p. 3. Disponível em: < http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2007-2010/2009/decreto/d6949.htm >. Acesso em: 15 jan. 2020.

BRASIL. Lei nº 10.098, de 19 de dezembro de 2000. Câmara dos Deputados.

Acesso em: < https://www2.camara.leg.br/legin/fed/lei/2000/lei-10098-19-dezembro-2000-377651-publicacaooriginal-1-pl.html > Acesso em: 02 jun. 2020.

BRASIL. Lei nº 10.436, de 24 de abril de 2002. Diário Oficial [da] República Federativa do Brasil, Poder Legislativo, Brasília, DF, 25 abr. 2002. Seção 1, p. 23. Disponível em: < http://pesquisa.in.gov.br/imprensa/jsp/visualiza/index.jsp?jornal=1&pagina=23&data=25/04/2002 >. Acesso em: 16 jan. 2017.

BRASIL. Lei nº 13.146, de 06 de julho de 2015. Diário Oficial [da] República Federativa do Brasil, Poder Executivo, Brasília, DF, 07 jul. 2015. Seção 1, p. 2. Disponível em: < http://pesquisa.in.gov.br/imprensa/jsp/visualiza/index.jsp?jornal=1&pagina=2&data=07/07/2015 >. Acesso em: 09 jun.2018.

BRASIL. Ministério da Ciência e Tecnologia. Evolução da Internet no Brasil e no Mundo. Secretaria de Política de Informática e Automação. Brasília: abril, 2000. Disponível em: < http://www.faeterj-rio.edu.br/downloads/bbv/0032.pdf > Acesso em: 15 jan. 2020.

CHALHUB, T.; GOMES, M. Museus como atividade educativa: o que pensam os alunos surdos sobre acessibilidade? In: ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO. Londrina, 19, 2018, p. 5806-5826. Anais ... Londrina: ENANCIB, 2018. Disponível em: < http://enancib.marilia.unesp.br/index.php/XIXENANCIB/xixenancib/paper/viewFile/1172 > Acesso em: 15 jan. 2020.

CIANTELLI, A. P. C.; LEITE, L. P. Ações Exercidas pelos Núcleos de Acessibilidade nas Universidades Federais Brasileiras. Revista Brasileira de Educação Especial, Marília, v. 22, n. 3, p. 413-428, Jul.-Set., 2016.

CUNHA, M. B. Desafios na construção de uma biblioteca digital. Revista Ciência da Informação, Brasília, v. 28, n. 3, p. 257-268, set./dez. 1999.

CUNHA, M. B. Das bibliotecas convencionais às digitais: diferenças e convergências. Perspectivas em Ciência da Informação, Belo Horizonte, v. 13, n. 1, p. 2-17, jan./abr. 2008.

DICIONÁRIO HOUAISS. Acessibilidade. 13 ago. 2018. Disponível em: < https://houaiss.uol.com.br/pub/apps/www/v3-3/html/index.php#1 > Acesso em: 13 ago.2018.

FARIA-NASCIMENTO, S. P. 2009. 325 f. Representações lexicais da Língua de Sinais Brasileira: uma proposta lexicográfica. Tese (Doutorado em Linguística) - Departamento de Linguística, Português e Línguas Clássicas, Universidade de Brasília, Brasília, 2009.

FELIPE, T. A. Libras em Contexto: curso básico - livro do estudante. 8ª ed., Rio de Janeiro: WalPrint Gráfica e Editora, 2007.

FERREIRA, E. B. A.; CRUZ, R. W. R.; SANTOS, I. R. Acessibilidade nos sítios de Instituições Federais de Ensino Superior do Brasil: Uma análise por meio do AcessMonitor. In: ENCONTRO NACIONAL DE ENSINO E PESQUISA EM INFORMAÇÃO, 13., 2017, Salvador, BA. Anais... Salvador, BA: UFBA, 2017, p. 10-23. Disponível em: < http://www.cinform2017.ufba.br/modulos/gerenciamentodeconteudo/docs/366_anais%2027_02_cinform.pdf >. Acesso em: 08 set. 2018.

FLICK, U. Introdução à pesquisa qualitativa. Tradução: Joice Elias Costa. 3ª ed. Porto Alegre: Artmed, 2009.

GALVÃO, L. S.; SANTOS, I. F. S.; SANTOS, M. C. Acessibilidade na Biblioteca Anísio Teixeira (BAT): as ações do Setor de Atendimento a Criança e ao Adolescente Surdo (SACAS). In: SEMINÁRIO NACIONAL DE BIBLIOTECAS BRAILLE, 8., 2014, São Paulo, SP. Anais... São Paulo, SP: FEBAB, 2014. Disponível em: < https://rbbd.febab.org.br/rbbd/article/view/333 >. Acesso em: 30 ago. 2018.

GOMES, C. A. S. Direito à informação do surdo: usabilidade e acessibilidade nos espaços virtuais de bibliotecas universitárias federais brasileiras. 2013. 163 f. Dissertação (Mestrado em Ciência da Informação) - Instituto de Arte e Comunicação Social, Universidade Federal Fluminense, Rio de Janeiro, 2013.

INCLUSIVE: inclusão e cidadania. Novo símbolo da acessibilidade. 04 ago. 2015. Disponível em: < http://www.inclusive.org.br/arquivos/28238 > Acesso em: 10 jan. 2019.

INTERNATIONAL FEDERATION OF LIBRARY ASSOCIATIONS AND INSTITUTTIONS. IFLA. Diretrizes para serviços de biblioteca para surdos. Editado por John Michael Day; tradução Ana Maria V. C. Duckworth. Prefácio para a edição brasileira Leland Emerson McCleary. 2. ed. 2000. Série Publicações Ocasionais, n. 1. São Paulo, A Escola do Futuro, Universidade de São Paulo. (IFLA Professional Reports: 62). Disponível em: < http://especial.futuro.usp.br/documentos/guiaifla.rtf >. Acesso em: 08 set. 2018.

KAFURE, I.; ROCHA, S.; RODRIGUES, V.; SOUZA, A.; BASTOS, K.; RAPOSO, P.; MALHEIROS, T.; BOERES, S.; FEITOSA, A. A terminologia no estudo do usuário da informação. Biblios, Brasília, n. 51, p. 1-19, 2013.

MARQUES, R. R. Educação de Jovens e Adultos: um diálogo sobre a educação e o aluno surdo. In: QUADROS, Ronice Muller; PERLIN, Gladis (Org.). Estudos Surdos II. Petrópolis: Editora Arara Azul, 2007. cap. 5, p. 132-149.

MARTINS, L. M. N.; LINS, H. A. M. Tecnologia e educação de surdos: possibilidades de intervenção. Nuances: estudos sobre Educação, Presidente Prudente, v. 26, n. 2, p. 188-206, maio/ago. 2015.

MIGLIOLI, S.; SANTOS, G. A.; Acessibilidade e serviços inclusivos para minorias sociais: a biblioteca do Instituto Nacional de Educação de Surdos. Revista ACB: Biblioteconomia em Santa Catarina, Florianópolis, v. 22, n. 1, p. 136-149, dez./mar. 2017.

MIRANDA, S. N.; MIRANDA, M. L. C. Bibliotecas universitárias e a acessibilidade aos usuários surdos e com deficiência auditiva. Informação@Profissões, Londrina, v. 4, n. 2, p. 04-19, jul./dez. 2015.

MIRANDA, S. N.; COSTA, M. V. S. B.; SILVA, M. M. O usuário surdo e a acessibilidade no sistema de bibliotecas da Unirio. Revista Brasileira de Biblioteconomia e Documentação, São Paulo, v. 13, n. esp., p. 2008-2019, 2017.

PAIVA, R. O.; BENCHIMOL, A.; CHALHUB, T.; FURTADO, C. C. Breves apontamentos sobre um repositório digital bilingue (Português-Libras): o caso do repositório digital Huet. Informação & Sociedade: Estudos, João Pessoa, v.29, n.1, p. 101-116, jan./mar. 2019.

PIVETTA, E. M.; SAITO, D. S.; ULBRICHT, V. R. Surdos e Acessibilidade: Análise de um Ambiente Virtual de Ensino e Aprendizagem, Revista Brasileira de Educação Especial, Marília, v. 20, n. 1, p. 147-162, jan./mar. 2014.

QUADROS, R. M. O tradutor e intérprete de língua brasileira de sinais e língua portuguesa. Secretaria de Educação Especial; Programa Nacional de Apoio à Educação de Surdos. Brasília: Ministério da Educação, 2004.

QUADROS, R. M.; KARNOPP, L. B. Língua de sinais brasileira: estudos linguísticos. São Paulo: Artmed, 2004.

SALTON, B. P.; DALL AGNOL, A.; TURCATTI, A. Manual de Acessibilidade em documentos digitais. Bento Gonçalves, RS: Centro Tecnológico de Acessibilidade, 2017.

SANTOS, S. K. S. L.; SILVA, T. C.; KAFURE, I. Tecnologias digitais e acesso à informação: uma pesquisa com pessoas surdas. Revista ACB: Biblioteconomia em Santa Catarina, Florianópolis, v. 24, n. 1, p. 129-143, dez./mar. 2018/2019.

SANZ CASADO, E. La realización de estudios de usuarios: una necesidad urgente. Revista General de Información y Documentación, Madrid, v. 3, n. 1, p. 154-166, 1993.

SASSAKI, R. K. Terminologia sobre Deficiência na Era da Inclusão. Mídia e Deficiência - Agência de Notícias dos Direitos da Infância e da Fundação Banco do Brasil. Brasília, p. 160-165, 2002.

SONZA, A. P.; FÉO, F.; PAGANI, J. Necessidades Educacionais Especiais. In: SONZA, A. P. et al. (Org.). Acessibilidade e tecnologia assistiva: pensando a inclusão sociodigital de PNEs. Bento Gonçalves, RS: IRFS, Campus Bento Gonçalves, 2013. cap. 2, p. 67-155. (Série Novos Autores da Educação Profissional e Tecnológica). Disponível em: < https://cta.ifrs.edu.br/livro-acessibilidade-e-tecnologia-assistiva-pensando-a-inclusao-sociodigital-de-pessoas-com-necessidades-especiais/ >. Acesso em: 15 jan. 2020.

TOJAL, A. P. F. Comunicação museológica e ação educativa inclusiva: mudança de paradigmas. In: CARDOSO, E.; CUTY, J. (Org). Acessibilidade em Ambientes Culturais: relatos de experiências. Porto Alegre: Marcavisual, p. 14-33, 2014.

TORRES, E. F.; MAZZONI, A. A.; ALVES, J. B. M. A acessibilidade à informação no espaço digital. Ciência da Informação, Brasília, v. 31, n. 3, p. 83-91, 2002.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS. UFMG. Símbolo Acessível em Libras. Set. 2013. Disponível em: < https://www.ufmg.br/marca/libras/#variacoes> Acesso em: 10 jan. 2019.




DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1981-8920.2020v25n2p258

  

Inf. Inf.

ISSN: 1981-8920 (versão somente online)

DOI: 10.5433/1981-8920

e-mail: infoeinfo@uel.br



Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional