A Escola de Chicago e a dimensão temática da informação

Keitty Rodrigues Vieira, Marisa Bräscher, Eva Cristina Leite da Silva, Cezar Karpinski

Resumo


Introdução: O artigo propõe o diálogo entre uma obra específica com a corrente norte-americana proveniente do movimento da Escola de Chicago, que influencia na catalogação de assunto amplamente utilizada e debatida em meio científico até os dias atuais. Entende-se que tal discussão contribui para o avanço teórico da área. Objetivo: Verificar, por meio da produção bibliográfica, como as características teóricas da dimensão temática da informação norte-americana influenciaram ou foram influenciadas pela obra “Catálogo Sistemático: princípios básicos” de Jesse Shera e Margaret Egan da Escola de Chicago. Metodologia: Trata-se de um artigo de revisão, pautado em pesquisa exploratória e descritiva, tendo como fonte as referências bibliográficas que foram analisadas a partir do método histórico. Nesse processo, a fonte é entendida como um produto final que engloba intenções, conflitos e relações de poder, tanto no aspecto da autoridade quanto da sua circulação. Resultados: Descreve o processo de fundamentação teórica no campo do tratamento temático da informação com enfoque na perspectiva norte-americana representada pela obra e autores selecionados. Apresenta a influência do campo “assunto” na catalogação sistemática, mostrando que esta foi a principal proposta da obra analisada. Conclusões: Conclui-se que a preocupação biblioteconômica do acesso à informação com o foco no usuário, paradigma atual na Ciência da Informação, está fortemente relacionada ao movimento da Escola de Chicago.

Palavras-chave


Tratamento temático da informação. Catalogação. Catálogo sistemático.

Texto completo:

PDF

Referências


BARITÉ, Mario. Glosario sobre organización y representación del conocimiento, clasificación, indización, terminología. Montevideo: Comisión Sectorial de Investigación Científica, 1997. Disponível em: http://archivos.liccom.edu.uy/diccionario/Diccionario%20Definitivo%20%5B3-11-13%5D.html#O. Acesso em: 20 nov. 2019.

BURKE, Peter. Uma história social do conhecimento. Rio de Janeiro: Zahar, 2003.

CAFÉ, Lígia; SALES, R. Organização da informação: Conceitos básicos e breve fundamentação teórica. In: Jaime Robredo; Marisa Bräscher (Orgs.). Passeios no Bosque da Informação: Estudos sobre Representação e Organização da Informação e do Conhecimento. Brasília DF: IBICT, 2010. 335 p. Cap. 6, p. 115-129. Edição eletrônica. Disponível em: http://www.ibict.br/ publicacoes/eroic.pdf. Acesso em: 20 nov. 2019.

CHARTIER, Roger. A aventura do livro: do leitor ao navegador. São Paulo: Editora Unesp, 1999.

CUNHA, Murilo Bastos da; CAVALCANTI, Cordélia Robalinho de Oliveira. Dicionário de Biblioteconomia e Arquivologia. Brasília: Briquet de Lemos/Livros, 2008. 451p.

DAHLBERG, I. Teoria do conceito. Ciência da Informação, v.7, n.2, p.101-107, 1978.

GUIMARÃES, José Augusto Chaves. A dimensão teórica do tratamento temático da informação e suas interlocuções com o universo científico da International Society for Knowledge Organization (ISKO).Revista Ibero-Americana de Ciência da Informação, S.l., v. 1, n. 1, fev. 2008. ISSN 1983-5213. Disponível em: http://periodicos.unb.br/index.php/RICI/article/view/2761. Acesso em: 26 nov. 2019.

LENTINO, Noemia. Guia teórico, prático e comparado dos principais sistemas de classificação bibliográfica. São Paulo: Poligono, 1971. 409p.

MELO, Maria Antônia Fonseca; BRÄSCHER, Marisa. Termo, conceito e relações conceituais: um estudo das propostas de Dahlberg e Hjorland. Ciência da Informação, Brasília, DF, v. 41 n. 1, p.67-80, jan./abr., 2014. Disponível em: http://revista.ibict.br/ciinf/article/ view/1419. Acesso em: 25 nov. 2019.

MIRANDA, Marcos Luiz Cavalcanti de. Organização e representação do conhecimento : fundamentos teórico-metodológicos na busca e recuperação da informação em ambientes virtuais. 2005. 353 f. Tese (Doutorado em Ciência da Informação) - Universidade Federal do Rio de Janeiro / Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia, Rio de Janeiro, 2005.

PIEDADE. Maria Antonieta Requião. Introdução a teoria da classificação. 2. ed. rev. e aumentada. Rio de Janeiro: Interciencia, 1983. 221p.

REDIGOLO, Franciele Marques. O processo de análise de assunto na catalogação de documentos: a perspectiva sociocognitiva do catalogador em contexto de Biblioteca Universitária. 2010. 176 f. Dissertação (Mestrado) - Curso de Programa de Pós-graduação em Ciência da Informação, Faculdade de Filosofia e Ciências, Universidade Estadual Paulista, Marília, 2010. Disponível em: https://www.marilia.unesp.br/Home/Pos-Graduacao/CienciadaInformacao/Dissertacoes/redigolo_fm_me_mar.pdf. Acesso em: 20 nov. 2019.

SANTOS, Ana Paula Lima dos; RODRIGUES, Mara Eliane Fonseca. Biblioteconomia: gênese, história e fundamentos. Revista Brasileira de Biblioteconomia e Documentação, São Paulo, v. 9, n. 2, p.116-131, jul./dez. 2013. Disponível em: http://rbbd.febab.org.br/rbbd/article/view/248/264. Acesso em: 27 out. 2019

SHERA, Jesse. An epistemological foundation for library science. Cleveland: Press of Western Reserve University, 1965.

SHERA, Jesse Hauk; EGAN, Margaret Elizabeth. Catálogo sistemático: princípios básicos e utilização. Brasília, DF: Ed. Univ. Brasilia, 1969. 174p.

SHERA, Jesse Hauk; EGAN, Margaret Elizabeth. The training of Librarians and Documentalists in the United States. In: BRIET, Suzanne. Enquiry concerning the professional education of Librarians and documentalists: report to the Joint Committee of the International Federation of Library Associations and of the International Federation for Documentation. Paris: UNESCO, 1951.

SHERA, Jesse Hauk; EGAN, Margaret Elizabeth. A review of the present state of librarianship and documentation. In: BRADFORD, S. C. Documentation. 2 ed. London: Crosby, Lockwood & Soon. 1953. p. 11-45.

SHERA, Jesse Hauk; EGAN, Margaret Elizabeth. Examen del extado acutel de la Biblioteconomia y de la Documentacion. In: BRADFORD, S. C. Introduction to documentation. London: C. Lockwood. 1963. Tradução.

SHERA, Jesse Hauk; EGAN, Margaret Elizabeth. Documentation in the United States. American Documentation, v. 1, n. 1, jan. 1950. p. 8-12.

SHERA, Jesse Hauk; EGAN, Margaret Elizabeth. Foundations of a theory of Bibliography. Library Quarterly, v. 22, n. 2., abr. 1952. p. 125-37.

SOUZA, Rodrigo Augusto de. A filosofia de John Dewey e a epistemologia pragmatista. Revista Redescrições: Revista online do GT de Pragmatismo e Filosofia Norte-Americana. v. 2, n. 1, 2010. Disponível em: https://goo.gl/uXPEdh. Acesso em: 27 out. 2019.

VIEIRA, Keitty Rodrigues. A contribuição de Jesse Shera para o campo da Biblioteconomia e Ciência da Informação. 2016. 55 f. TCC (Graduação) - Curso de Biblioteconomia - Hab. Gestão da Informação, Universidade do Estado de Santa Catarina, Florianópolis, 2016.




DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1981-8920.2020v25n1p211

  

Inf. Inf.

ISSN: 1981-8920 (versão somente online)

DOI: 10.5433/1981-8920

e-mail: infoeinfo@uel.br



Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional