Análise do uso do aplicativo telegram para o controle de processos de manutenção de aeronaves

Paulo George Miranda Martins, Rogério Aparecido Sá Ramalho, Helton Luiz dos Santos Graciano

Resumo


Introdução: Com o desenvolvimento das novas tecnologias de informação e comunicação o compartilhamento instantâneo de dados e informações possibilitaram mudanças significativas no comportamento das organizações. No âmbito da manutenção de aeronaves, o emprego dessas tecnologias ganha novos contornos com a utilização de aplicativos de mensagens no gerenciamento de suas atividades e controle de seus processos, permitindo dimensionar com mais eficiência a aplicação de recursos. Objetivo: O objetivo central desse trabalho consiste em analisar a utilização do aplicativo Telegram no gerenciamento de atividades relacionadas aos processos da área de Controle de Qualidade de uma empresa de manutenção de aeronaves e seus reflexos no âmbito da Gestão do Conhecimento. Metodologia: Caracteriza-se como uma pesquisa-ação que buscou auxiliar na identificação de diretrizes e análise de soluções para a melhoria contínua de processos da área de Controle de Qualidade. Resultados: É apresentada uma análise do uso do aplicativo Telegram para o aperfeiçoamento de processos de manutenção, destacando a relevância do uso de novas abordagens tecnológicas para o atendimento de demandas relacionadas à Gestão do Conhecimento em ambientes corporativos. Conclusões: A partir da análise realizada constatou-se que o uso do aplicativo Telegram contribuiu para uma maior sinergia entre as equipes de trabalho ao compartilhar informações essenciais ao processo, tornando o atendimento e demais demandas processos mais ágeis e sincronizadas com as propostas de segurança, qualidade e confiabilidade, favorecendo melhoras significativas nos processos de Gestão do Conhecimento em ambientes corporativos.

Palavras-chave


Tecnologias da Informação. Gerenciamento de Processos. Manutenção de Aeronaves. Inovação. Telegram.

Texto completo:

PDF

Referências


AGUIAR, S. Integração das ferramentas da qualidade ao PDCA e ao programa seis sigma. Nova Lima: INDG, 2006.

ALBRECHT, K. A Terceira Revolução da Qualidade. Knowledge Management Press and Consulting, 2001.

BAKER, T. et al. Library Linked Data Incubator Group Final Report. W3C Incubator Group Report, 2011. Disponível em: . Acesso em: 20 nov. 2017.

BORGES, J.; LESSA, B.; OLIVEIRA, L. O papel dos sites de redes sociais nas estratégias comunicativas de organizações da sociedade civil de Salvador-Bahia-Brasil. OBS Journal, Lisboa, v.8, n.3, p.183-203, set. 2014. Disponível em: . Acesso em: 12 abr. 2019.

CANADAY, H. The future of MRO is human-machine teaming. On-line. Disponível em: . Acesso em: 10 jan. 2019.

CHIAVENATO, I. Introdução à teoria geral da administração. Rio de Janeiro: Elsevier, 2003.

CHOO, C. W. The knowing organization: how organizations use information to construct meaning, create knowledge, and make decisions. Library & Information Science Research, v.16, n.5, p.329-340, 1996.

CORREIA, V. M. M. O programa de manutenção de aeronaves e a sua importância na gestão da continuidade da aeronavegabilidade. Dissertação (Mestrado em Engenharia Aeroespacial) - Instituto Superior Técnico Lisboa, Lisboa, 2012.

CRUZ, P. R. F da. Qualidade na indústria aeronáutica: aplicação da ferramenta FMEA em um setor de montagem de componentes de motores aeronáuticos. In: XII Congresso Nacional de Excelência em Gestão e III Inovarse, 2016, Rio de Janeiro. Anais.... Rio de Janeiro, 2016. Disponível em: . Acesso em: 02 nov. 2018.

FAGUNDES, E. Contribuições de TIC para a Estratégia de Negócios. Disponível em: . Acesso em: 13 abr. 2019.

FEIJO, L. P.; SILVA, N. B.; BENETTI, S. P da C. Impacto das Tecnologias de Informação e Comunicação na Técnica Psicoterápica Psicanalítica. Trends Psychol., Ribeirão Preto , v.26, n.3, p.1633-1647, Set. 2018 . Disponível em: . Acesso em: 12 abr. 2019.

GRACIANO, H. L dos S. Aplicação de uma ferramenta de business intelligence para análise das causas de variabilidade de mão de obra no contexto de manutenção de aeronaves. Trabalho de Conclusão de Curso (especialista em Gestão da Produção) – Ciências Exatas e Tecnológicas, Universidade Federal de São Carlos, São Carlos, 2014.

ISHIKAWA, K. What is total quality control? The Japanese way. Trad. De David Lu. Englewood Cliffs, Prentice-Hall, 1985.

MACHADO, M. C.; URBINA, L. M. S.; ELLER, M. A. G. Manutenção Aeronáutica no Brasil: distribuição geográfica e técnica. Gestão da Produção, São Carlos, v.22, n.2, p.243-253, jun. 2015. Disponível em: . Acesso em: 12 nov. 2018.

McKAY, J.; MARSHALL, P. The Dual Imperatives of Action Research. Information Technology & People, v.14, n.1, p.46-59, 2001. Disponível em:

org/10.1108/09593840110384771>. Acesso em: 25 maio 2019.

RAMALHO, R. A. S. Bibframe: modelo de dados interligados para bibliotecas. Informação & Informação, [S.l.], v.21, n.2, p.292-306, dez. 2016. ISSN 1981-8920. Disponível em: . Acesso em: 12 fev. 2017.

SAEGER, M. M. M. T et al. Organização, acesso e uso da informação: componentes essenciais ao processo de gestão da informação nas organizações. Páginas A&B, Arquivos e Bibliotecas (Portugal), n.6, p.52-64, 2016. Disponível em: . Acesso em: 24 jul. 2019.

SILVEIRA, R. R et al. O uso da tecnologia de informação e comunicação como recurso na elaboração estratégica da informação: um estudo de caso na Gol Transportes Aéreos Ltda. In: XIII SIMPEP – Simpósio de Engenharia de Produção, 2006, Bauru. Anais.... Bauru: UNESP, 2006. Disponível em: . Acesso em: 20 jan. 2019.

SILVEIRA, D. T.; CÓRDOVA, F. P. A pesquisa científica. In: GERHARDT, T.

E.; SILVEIRA, D. T. (Orgs.). Métodos de pesquisa. Porto Alegre: Editora da

UFRGS, 2009.

SOUSA, J. L.; MARTINS, P. G. M.; RAMALHO, R. A. S. Modelos de representação semântica na era do big data. Brazilian Journal of Information Science, v.12, n.3, p.34-40, 2018. Disponível em: . Acesso em: 30 out. 2018.

SOUZA, L. G. S.; AGANETTE, E. C. Gestão do conhecimento em repositórios digitais: perfil das instituições brasileiras. IN: XIX Encontro Nacional de Pesquisa em Ciência da Informação – ENANCIB 2018 22 a 26 de outubro de 2018 – Londrina – PR. Disponivel em: . Acesso em: 20 jul. 2019.

TELEGRAM. Telegram FAQ. 2018. On-line. Disponível em: . Acesso em: 25 jul. 2019.

THIOLLENT, M. Metodologia da Pesquisa-ação. São Paulo: Cortez Editora, 2005.




DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1981-8920.2020v25n1p171

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

  

Inf. Inf.

ISSN: 1981-8920 (versão somente online)

DOI: 10.5433/1981-8920

e-mail: infoeinfo@uel.br



Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional