Blaise Cronin e a Ciência da Informação na perspectiva social

Jobson Louis Santos de Almeida, Gustavo Henrique de Araújo Freire, Henry Poncio Cruz de Oliveira

Resumo


Introdução: Discute o lado social da Ciência da Informação, perpassando por uma reflexão sobre a influência social que há neste campo, a compreensão da percepção de Blaise Cronin sobre a informação enquanto recurso estratégico organizacional, e a identificação das temáticas tratadas por este pesquisador ao longo de sua carreira, o que nos permite conhecer a influência deste nos pressupostos teóricos do campo científico. Objetivo: O objetivo do artigo é apresentar para a comunidade científica brasileira uma reflexão acerca da trajetória histórico-evolutiva do pensamento e das contribuições teóricas do cientista Blaise Cronin na e para a Ciência da Informação. Metodologia: Foram utilizadas as técnicas de pesquisa bibliográfica e de análise de conteúdo para o estudo dos artigos de autoria de Blaise Cronin recuperados pelo Portal de Periódicos da CAPES. Resultados: O estudo apresenta que Blaise Cronin ao longo de 34 anos de carreira, realizou investigações com ênfase em marketing e gestão, indústria da informação, bibliometria e comunicação científica. Evidencia o potencial de contribuição deste cientista para os estudos contemporâneos sobre Política e Economia da Informação, apontando possibilidades de novas pesquisas, a partir do seu legado científico. Conclusão: Após um período de doze meses estudando oitenta e um artigos científicos de Blaise Cronin, concluímos o estudo cientes da contribuição responsável que ele traz para o campo científico no Brasil ao evidenciar que o pensamento do Professor Cronin é contemporâneo, relevante e necessário tanto para o campo científico, quanto para a atuação profissional dos bibliotecários.


Palavras-chave


Ciência da Informação. Ciência Social. Epistemologia da Ciência da Informação. Economia da informação. Blaise Cronin.

Texto completo:

PDF

Referências


AMARAL, Sueli Angélica do. Marketing: abordagem em unidades de informação. Brasília: Thesaurus, 1998.

BARDIN, Laurence. Análise de conteúdo. Lisboa: Edições 70, 1977.

CRONIN, Blaise. Holding the center while prospecting at the periphery: domain identity and coherence in North American information studies education, Education for information, v. 20, p. 3-10, 2002. Disponível em: . Acesso em: 02 ago. 2018.

_______. Esquemas conceituais e estratégicos para a gerência da informação. R. Esc. Biblioteconomia UFMG, Belo Horizonte, v. 19, n. 2, p. 195-220, set. 1990.

_______. Information science in the international arena: an educator's

perspective, Aslib Proceedings, v. 44, n. 4, p.195-202, 1992. Disponível em: . Acesso em: 02 ago. 2018.

_______. New technology and marketing—the challenge for librarians, Aslib Proceedings, v. 34, n. 9, p.377-393, 1982. Disponível em: . Acesso em: 02 ago. 2018.

_______. From paradigm to practice: the logic of promotion, Aslib Proceedings, v. 33, n. 10, p. 383-392,1981. Disponível em: . Acesso em: 02 ago. 2018.

_______. Taking the measure of service, Aslib Proceedings, v. 34, n. 6, p.273-294, 1982. Disponível em: . Acesso em: 02 ago. 2018.

_______. The Marketing of Public Library Services in the United Kingdom: The Rationale for a Marketing Approach, European Journal of Marketing, v. 18,n. 2, p.33-44, 1984. Disponível em: . Acesso em: 02 ago. 2018.

CRONIN, Blaise; GUDIM, Mairim.Excellence under the microscope, Aslib Proceedings, v. 39, n. 1, p.17-31, 1987. Disponível em: . Acesso em: 02 ago. 2018.

CRONIN, Blaise; MARTYN, John. Public/private sector interaction: a review of issues with particular reference to document delivery and electronic publishing, Aslib Proceedings, v. 36, n. 10, p.373-391, 1984. Disponível em: . Acesso em: 02 ago. 2018.

CRONIN, Blaise; MEHO; Lokman I. The Shifting Balance of Intellectual Trade in Information Studies, Journal of the American Society for Information Science and Technology, v. 59, n. 4, p. 551–564, 2008.

DAVENPORT, Lizzie; CRONIN, Blaise. Vertical integration: corporate strategy in the information industry, Online Review, v. 10, n. 4, p.237-247, 1986. Disponível em: . Acesso em: 02 ago. 2018.

PINHEIRO, Lena Vania Ribeiro. Fronteiras e horizontes da pesquisa em ciência da informação no Brasil. In: ALBAGLI, Sarita (org.). Fronteiras da Ciência da Informação. Brasília/DF: IBICT, 2013.

RAFFERTY, Pauline; CRONIN, Blaise; DAVENPORT, Lizzie. The rhetoric of promise: advertising in the information industry, Aslib Proceedings, v. 40, p.295-301, 1988. Disponível em: . Acesso em: 02 ago. 2018.

RICHARDSON, Roberto Jarry. Pesquisa social: métodos e técnicas. 4. ed. São Paulo: Atlas, 2017.

SILVA, J. L. C.; FREIRE, G. H. de A. Um olhar sobre a origem da Ciência da Informação: indícios embrionários para sua caracterização identitária. Encontros Bibli, v. 17, n. 33, p. 1-29, jan./abr., 2012.

SOUZA, Maria da Paixão Neres de. Abordagem inter e transdisciplinar em Ciência da Informação. In: TOUTAIN, Lídia Maria Batista Brandão (org.). Para entender a Ciência da Informação. Salvador: EDUFBA, 2012.

VERGARA, Sylvia Constant. Métodos de pesquisa em administração. 4. ed. São Paulo: Atlas, 2010.




DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1981-8920.2019v24n3p230

  

Inf. Inf.

ISSN: 1981-8920 (versão somente online)

DOI: 10.5433/1981-8920

e-mail: infoeinfo@uel.br



Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional