Perspectiva das pesquisas em Ciência da Informação no Brasil sobre mídias sociais e políticas

Angela Maria Grossi de Carvalho, Maira Nani França, Gabriel Henrique de Oliveira Lopes

Resumo


Introdução: A compreensão dos fenômenos políticos e as redes sociais (laços) nas mídias sociais permite refletir as formas com que os atores se conectam, influenciam e se relacionam na sociedade contemporânea. Objetivo: Identificar as contribuições das pesquisas da Ciência da Informação sobre Mídias sociais Políticas, desde a concepção de política pública, até a ação social voltada à política. Metodologia: Os documentos recuperados foram submetidos à análise bibliométrica e cronológica do conteúdo associado com fatos que marcaram história no Brasil e no mundo. Resultados: As produções científicas da Ciência da Informação no domínio analisado têm sido desenvolvidas desde 2007, com uma elite de pesquisadores e uma comunidade epistêmica em formação. O período de maior produtividade foi 2014, com discussões sobre o papel das mídias sociais na organização de mobilizações, manifestações, participação política, governo eletrônico e políticas públicas, contribuindo para o delineamento temático da área, acompanhamento de sua evolução e seu âmbito de aplicação. Conclusões: Nos últimos dez anos, observou-se um crescimento considerável da produção científica da Ciência da Informação na imbricação dos campos informacional, tecnológico e político, dada sua complexidade e relevância.

Palavras-chave


Rede social. Mídias sociais. Políticas de informação. Direito à informação. Acesso à informação pública.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1981-8920.2019v24n3p260

  

Inf. Inf.

ISSN: 1981-8920 (versão somente online)

DOI: 10.5433/1981-8920

e-mail: infoeinfo@uel.br



Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional