Linguagens de indexação em bibliotecas universitárias: estudo analítico

Mariângela Spotti Lopes Fujita, Maria Carolina Andrade e Cruz, Bruna Otreira Muniz Patrício, Luciana Beatriz Piovezan Rio Branco

Resumo


Introdução: A linguagem de indexação é uma parte fundamental da política de indexação, tendo em vista seu papel mediador na representação e recuperação da informação. Para conhecer a realidade em catálogos online de bibliotecas universitárias realizou-se estudo analítico sobre linguagem na política de indexação de bibliotecas universitárias. Objetivo: O estudo analítico tem o objetivo de verificar o uso de linguagem de indexação pelos profissionais, qual(is) linguagem(ns) utilizam, a existência de manual de política de indexação e o uso de software de construção e manutenção disponível para o catalogador. Metodologia: Para isso, foi construído e aplicado questionário em amostra de bibliotecas universitárias da região sudeste do Brasil. Resultados: O questionário foi respondido por 60 bibliotecas com o seguinte perfil: 60% possui coleções especializadas de uma até quatro áreas de assunto, 73% das bibliotecas tem de 1 a 3 profissionais dedicados à indexação, 83% das bibliotecas integram uma rede ou sistema, 50% participam de catálogos coletivos. Com relação ao uso, verificou-se que 49 (89,1%) utilizam alguma linguagem de indexação, 25 (51%) utilizam uma linguagem de indexação, sendo 20 com linguagem própria sem uso de software específico para construção e manutenção, e 24 (49%) mais de uma linguagem. Entre as bibliotecas que utilizam linguagem de indexação, 19 bibliotecas adotam procedimentos quando não são encontrados termos na linguagem, 17 bibliotecas atualizam a linguagem por meio de interoperabilidade semântica. A formalização da política de indexação em documento é realizada por 58,3% e apenas 22% não descrevem a linguagem de indexação. Conclusões: O estudo analítico realizado com aplicação do questionário revela novos cenários no uso de linguagens de indexação em bibliotecas com avanços, problemas e lacunas que são verdadeiros desafios a serem enfrentados, em conjunto, pelos profissionais e pesquisadores.


Palavras-chave


Organização do Conhecimento. Indexação. Linguagens documentárias. Política de indexação. Bibliotecas universitárias.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1981-8920.2019v24n1p190

  

Inf. Inf.

ISSN: 1981-8920 (versão online)

DOI: 10.5433/1981-8920

e-mail: infoeinfo@uel.br



Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional