A transexualidade na literatura científica das ciências da saúde

Débora Gomes Salles, Jéssica dos Santos Gonçalves, Luciana Danielli de Araujo

Resumo


Introdução: O trabalho discute a visibilidade dos estudos científicos sobre transexualidade no campo da Saúde. Objetivos: O estudo questiona de que forma a transexualidade é abordada no campo na atualidade, tendo como margem temporal o período 2014-2016. Metodologia: A análise de domínio, proposta por Birger Hjørland e Hanne Albrechtsen, foi adotada, como abordagem teórico-metodológica, para o reconhecimento do grupo social transgênero como uma comunidade discursiva. A coleta de dados foi realizada na base LILACS, gerenciada pelo Centro Latino-Americano de Informação em Ciências da Saúde (BIREME), a partir dos dados descritivos (centrando-se no título dos artigos), tendo como limitador do levantamento o(s) termo(s) “transexual(is)”. Resultados: Foram recuperados 22 (vinte e dois) documentos no período. A partir destes, foram identificados para análise os seguintes metadados, autor, título, método e população de estudo utilizados, descritor, ano de publicação, sendo consideradas para o estudo, como centrais, os elementos “método” e “temacidade” (retirada a partir dos descritores). Após a análise do corpus, constatou-se que os métodos adotados para abordar o tema são: estudos de narrativa; revisões de análises quali e quantitativas, estudos observacionais, revisões teóricas; análises de conteúdo, estudos comparativos, análises de discurso, revisões sistemáticas, entre outras citadas ao longo deste estudo. As principais ocorrências temáticas identificadas a partir dos descritores foram: pessoas, readequação, gênero, identidade, hormônios e saúde. Conclusões: Dentro dos limites da extensão e horizontalidade dos dados, depreende-se dos resultados que as Ciências da Saúde na América Latina e Caribe ainda estudam a transexualidade com foco na patologização dos indivíduos, principalmente a partir das representações manifestadas pelas noções “readequação” e “hormônios”. 


Palavras-chave


Ciências da Saúde. Análise de domínio. Gênero. Transexualidade. Produção científica

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1981-8920.2017v22n2p265

  

Inf. Inf.

ISSN: 1981-8920 (versão somente online)

DOI: 10.5433/1981-8920

e-mail: infoeinfo@uel.br



Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional