A metáfora e a organização do conhecimento: como dialogam?

Evelyn Orrico

Resumo


Introdução: A partir do pressuposto de Johnson e Lakoff (1980), de que a organização cognitiva ocorre por via metafórica, procurou-se compreender como tal organização representaria o conhecimento. Objetivo: Propor a construção de um modelo teórico de filtro de recuperação da informação, a que se denomina de metafiltro. Metodologia: Foram analisadas as produções discursivas de um grupo de pesquisa que congrega pesquisadores iniciantes e experientes, no intuito de depreender as metáforas utilizadas para representar seu objeto de pesquisa e seu campo de conhecimento. Resultados: Pela análise, percebeu-se a metáfora ontológica da área, quer dizer, aquela que norteia todas as representações do campo, a saber: Transporte é rede sistêmica. Conclusões: A identificação da metáfora ontológica e das demais metáforas de um campo do conhecimento, quando associadas às facetas propostas por Ranganathan (1967), permite conseguir maior precisão na recuperação de informações inseridas em uma enorme base de dados como a internet.


Palavras-chave


Metáfora. Organização do Conhecimento. Recuperação da Informação. Metafiltro.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1981-8920.2017v22n2p99

  

Inf. Inf.

ISSN: 1981-8920 (versão somente online)

DOI: 10.5433/1981-8920

e-mail: infoeinfo@uel.br



Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional