Semiautomatização de relações em tesauros: uma proposta para o refinamento de relacionamentos semânticos a partir do tesauro Agrovoc

Decio Wey Berti Junior, Dagobert Soergel, Gercina Ângela de Lima, Benildes Coura Moreira dos Santos Maculan

Resumo


Introdução: Os tesauros são ferramentas que contribuem com a recuperação da informação em serviços como bases de dados digitais e bibliotecas digitais. Objetivo: Apresentar uma análise quantitativa do refinamento da estrutura semântica do Tesauro AGROVOC, visando um modelo semiautomatizado para refinamento de relacionamentos semânticos em tesauros. Metodologia: Utilizaram-se os dados do Tesauro AGROVOC, refinado e representado em modelo SKOS-XL, agregados à análise qualitativa na classificação de conceitos em tipos de entidade e classificação hierárquica de relacionamentos feita por Soergel. Com esta base foi feita a análise quantitativa dos tipos de relacionamento. Resultados: O resultado da análise quantitativa mostra que o refinamento do Tesauro AGROVOC ainda não é completo. A maioria dos relacionamentos related term parecem estar refinados, mas os relacionamentos hierárquicos (broader / narrower) não estão. Conclusões: Este estudo demonstra que a análise quantitativa desvenda a estrutura do tesauro para indicar áreas onde é possível implementar melhorias.

Palavras-chave


Sistema de Organização do Conhecimento. Tesauros. Relações semânticas. AGROVOC.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1981-8920.2017v22n3p377

  

Inf. Inf.

ISSN: 1981-8920 (versão online)

DOI: 10.5433/1981-8920

e-mail: infoeinfo@uel.br



Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional