Vantagens de citação do acesso aberto em periódicos selecionados da Ciência da Informação: uma análise ampliada aos indicadores altmétricos

Paulo Roberto Cintra, Ariadne Chloe Furnival, Douglas Henrique Milanez

Resumo


Introdução: O acesso aberto diz respeito à literatura científica disponibilizada a qualquer usuário sem custos e livre das restrições de copyright e de licenciamento para seu reuso. Espera-se, de acordo com a hipótese do Open Access Citation Advantage, um aumento no número total de citações recebidas pelos artigos disponibilizados em acesso aberto com relação àqueles em acesso restrito. Objetivo: Analisar as possíveis vantagens de citações e menções na web social que o acesso aberto pode oferecer à área da Ciência da Informação. Metodologia: Foram analisados indicadores altmétricos e bibliométricos de citação de dois periódicos científicos: Journal of the American Society for Information Science e Scientometrics. A coleta dos dados foi realizada na Web of Science, Google Acadêmico, Altmetric.com e Mendeley. Resultados: Os resultados indicaram que o acesso aberto oferece vantagem quanto ao número de citações e de menções na web social recebidas pelos artigos em ambos as revistas. Verificou-se também que essa vantagem se mantém ao longo dos anos. Conclusões: A investigação confirma a hipótese do Open Access Citation Advantage para os periódicos selecionados da área da Ciência da Informação e demonstra que essa vantagem se estende aos dados altmétricos.


Palavras-chave


Acesso Aberto; Periódicos; Ciência da Informação; Bibliometria; Altmetria

Texto completo:

PDF

Referências


ANTELMAN, K. Do open-access articles have a greater research impact? College & Research Libraries, v.65, n.5, p.372-382, set. 2004.

ARCHAMBAULT, E. et al. Proportion of open access peer-reviewed papers at the European and world levels - 2004-2011. 2013. Disponível em: http://www.science-metrix.com/pdf/SM_EC_OA_Availability_2004-2011.pdf> Acesso em: 21 abr. 2016.

ARCHAMBAULT, E. et al. Research impact of Paywalled versus Open Access papers. 2016. Disponível em: http://www.1science.com/oanumbr.html> Acesso em 29 ago. 2016.

ATCHINSON, A.; BULL, J. Will open access get me cited? an analysis of the efficacy of open access publishing in political science. PS: Political Science & Politics, Cambridge, v.48, n.1, p.129-137, jan. 2014. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1017/S1049096514001668> Acesso em: 24 jul. 2016.

BOAI. Budapest Open Access Initiative. 2016. Disponível em: http://www.budapestopenaccessinitiative.org/read> Acesso em: 09 abr. 2016.

COSTA, M.P. da; LEITE, F.C.L. Open access in the world and Latin America: a review since the Budapest Open Access Initiative. Transinformação, Campinas, v.28, n.1, p.33-46, abr. 2016. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1590/2318-08892016002800003> Acesso em: 01 ago. 2016.

DROESCHER, F.D.; SILVA, E.L. O acesso aberto e o uso da informação científica. Investigación bibliotecológica, México, v.29, n.65, jan./abr. 2015. Disponível em: http://www.scielo.org.mx/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0187358X2015000100008> Acesso em: 25 jul. 2016.

FRANDSEN, T.F. The effects of open access on un-published documents: a case study of economics working papers. Journal of Informetrics, Hasselt, v.3, n.2, p.124-133, 2009.

GALLIGAN, F.; DYAS-CORREIA, S. Altmetrics: rethinking the way we measure. Serials Review, Philadelphia, v.39, n.1, p. 56-61, mar. 2013. Disponível em: http://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S009879131300004X> Acesso em: 29 abr. 2015.

HARNAD, S. OA impact advantage = EA + (AA) + (QB) + QA + (CA) + UA. School of Electronics & Computer Science, University of Southampton, 2005. Disponível em: http://eprints.soton.ac.uk/262085> Acesso em: 21 abr. 2016.

HARNAD, S.; BRODY, T. Comparing the impact of open access (OA) vs. nonOA articles in the same journals. D-Lib Magazine, v.10, n.6, jun. 2004.

HAUSTEIN, S. et al. Coverage and adoption of altmetrics sources in the bibliometric community. 2013. Disponível em: http://arxiv.org/ftp/arxiv/papers/1304/1304.7300.pdf> Acesso em: 02 mai. 2015.

KOUSHA, K.; THELWALL, M. The web impact of open access social science research. Library & Information Science Research, v.29, p.495-507, 2007.

LAWRENCE, S. Free online availability substantially increases a paper’s impact. Nature, 2001. Disponível em: http://www.nature.com/nature/debates/e-access/Articles/lawrence.html> Acesso em: 21 abr. 2016.

MAFLAHI, N.; THELWALL, M. When are readership counts as useful as citation counts? Scopus versus Mendeley for LIS Journals. Journal of the Association for Information Science and Technology, v.67, n.1, p.191-199, 2016.

MEADOWS, A.J. Comunicação científica. Brasília: Briquet de Lemos Livros, 1999.

OKUBO, Y. Bibliometric indicators and analysis of research systems: methods and examples. Paris: OECD Publishing, 1997.

PINFIELD, S. et al. The "total cost of publication" in a hybrid open-access environment: institutional approaches to funding journal article-processing charges in combination with subscriptions. Journal of the Association for Information Science and Technology, 2015. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1002/asi.23446> Acesso em: 10 maio 2016.

PRIEM, J. et al. Altmetrics: a manifesto. 2010. Disponível em: http://altmetrics.org/manifesto> Acesso em: 17 jun. 2015.

RESEARCHGATE. About us. 2016. Disponível em: https://www.researchgate.net/about> Acesso em: 21 abr. 2016.

ROSEN, H.S.; GAYER, T. Public finance. 10ed. New York: McGraw-Hill Global Education Holdings, 2014.

SOUZA, I.V.P. de. Altmetria: métricas alternativas do impacto da comunicação científica. 2014. 104p. Dissertação (Mestrado em Ciência da Informação) - Universidade Federal Fluminense, Niterói, 2014.

STIGLITZ, J. Knowledge as a Global Public Good. In: KAUL, I.; GRUNBERG, I.; STERN, M.A. (eds.) Global public goods: international cooperation in the 21st century. New York: Oxford University Press, 1999. p.308-325.

SWAN, A. The Open Access citation advantage: studies and results to date. Technical Report, School of Electronics & Computer Science, University of Southampton. 2010. Disponível em: http://eprints.ecs.soton.ac.uk/18516> Acesso em: 02 mai. 2015.

TARGINO, M.G. Comunicação científica: uma revisão de seus elementos básicos. Informação & Sociedade: Estudos, Paraíba, v.10, n.2, p. 37-85, 2000.

WANG, X. et al. The open access advantage considering citation, article usage and social media attention. Scientometrics, v.103, n.2, p. 555-564, mar. 2015. Disponível em: http://link.springer.com/article/10.1007%2Fs11192-015-15470>. Acesso em: 25 abr. 2015.

WILLINSKY, J. The access principle: the case for open access to research and scholarship. Cambridge, Massachusetts: MIT Press, 2006.

XIA, J. et al. Multiple open access availability and citation impact. Journal of Information Science, v.37, n.1, p.19-28, fev. 2011.




DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1981-8920.2017v22n1p129

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

  

Inf. Inf.

ISSN: 1981-8920 (versão somente online)

DOI: 10.5433/1981-8920

e-mail: infoeinfo@uel.br



Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional