Interfaces como metacomunicação: contribuição da engenharia semiótica na representação no ciberespaço

Miriam Cristina Fava Santos, Silvana Drumond Monteiro

Resumo


Introdução: A interação no ciberespaço pode ser vista como um processo de indicações recíprocas, em que o designer deve indicar como outra pessoa pode agir. Nesse processo, o sujeito informacional não é um agente passivo, ele é chamado à interpretação. A metacomunicação leva o designer a se preocupar em prever as necessidades levando em conta a visão de quem esse sujeito é, o que ele busca na Interface e por meio dela. Objetivo: Analisar as Interfaces como Metacomunicação do designer no ciberespaço para identificar a contribuição da Engenharia Semiótica para o designer no processo de significação e representação nas interfaces. Metodologia: Para efetuar a Análise Documental, utilizou-se a técnica de análise categorial, ou seja, um desmembramento dos signos estáticos, dinâmicos e metalinguísticos da Teoria da Engenharia Semiótica, comparandoos com a divisão triádica dos signos de Peirce (ícone, índice e símbolo) no corpus selecionado: sites da Biblioteca Nacional da Austrália e da Biblioteca do Congresso dos Estados Unidos. Resultados: Percebeu-se uma maior preocupação do designer da Biblioteca do Congresso dos Estados Unidos para a metacomunicação, pois o designer criou mais rotas e indicações para caminhos que antecipavam as possíveis intenções dos sujeitos informacionais na busca pelo conhecimento. Conclusões: A Teoria da Engenharia Semiótica contribui com a Ciência da Informação na busca por representar melhor o conteúdo ao trazer o conceito da Interface como Metacomunicação do designer para o sujeito informacional que navega no ciberespaço, ambos mentes interpretadoras e produtoras de conhecimento.


Palavras-chave


Interfaces; Metacomunicação; Engenharia Semiótica; Semiótica; Representação do Conhecimento

Texto completo:

PDF

Referências


ALBERGARIA, Elisa Tuler; BAX, Marcello Peixoto; PRATES, Raquel Oliveira. Interação Humano Computador na Ciência da Informação. In: ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO –ENANCIB, 14., 2013, Florianópolis. Comunicação Oral... Florianópolis, 2013. Disponível em: http://enancib.sites.ufsc.br/index.php/enancib2013/XIVenancib/paper/vi ewFile/343/265>. Acesso em: 20 abr. 2014.

ANDERSEN, Peter Bogh. A theory of computer semiotics. Cambridge: Cambridge University Press, 1997.

ASSIS, Juliana de; MOURA, Maria Aparecida. Folksonomia: a linguagem das tags. Encontros Bibli: Revista Eletrônica de Biblioteconomia e Ciência da Informação, Florianópolis, v. 18, n. 36, p. 85-106, jan./abr. 2013. Disponível em: https://periodicos.ufsc.br/index.php/eb/article/view/15182924.2013v18n36p85/24523>. Acesso em: 14 out. 2014.

BLUMER, Herbert. A natureza do interacionismo simbólico. In: MORTENSEN, C. D. Teoria da comunicação: textos básicos. São Paulo: Mosaico, 1980. p.119-138.

BRUNO, Fernanda Gloria. Mediação e Interface: incursões tecnológicas nas fronteiras do corpo. In: SILVA, D. F.; FRAGOSO, S. (Org.s). Comunicação na cibercultura. São Leopoldo, RS: Ed. Unisinos, 2001. p. 191-215. Disponível em: http://www.ekac.org/USINOSMedInterface.pdf>. Acesso em: 2 dez. 2014.

CAIXETA, Mário; SOUZA, Renato Rocha. Representação do conhecimento: história, sentimento e percepção. Revista Informação & Informação, Londrina, v. 13, n. 2, p.34-55, jul./dez. 2008. Disponível em: http://www.uel.br/revistas/uel/index.php/informacao/article/view/1815/16 88>. Acesso em: 12 jun 2014.

GODOY, Arilda Schimdt. Pesquisa qualitativa: tipos fundamentais. Revista de Administração de Empresas, São Paulo, v. 35, n. 3, p. 2029. maio/jun. 1995. Disponível em: http://www.producao.ufrgs.br/arquivos/disciplinas/392_pesquisa_qualitativa_godoy2.pdf> Acesso em: 30 maio 2014.

LEITÃO, Carla Faria; SILVEIRA, Milene Selbach; SOUZA, Clarisse Sieckenius de. Uma introdução à engenharia semiótica: conceitos e métodos. 2013. Disponível em: http://www2.serg.inf.pucrio.br/docs/Leitao-Silveira-deSouza-Tutorial-IHC2013.pdf>. Acesso em: 12 mar. 2015.

LIBRARY OF CONGRESS. Disponível em: https://www.loc.gov/>. Acesso em: 20 mar. 2015.

MARCONDES, Carlos Henrique. Representação e economia da informação. Revista Ciência da Informação, Brasília, v. 30, n. 1, p. 6170, jan./abr. 2001. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-19652001000100008&lng=en&nrm=iso>. Acesso em: 20 mar. 2014.

MORVILLE, Peter; ROSENFELD, Louis. Information architecture for the world wide web. 3. ed. Sebastopol, CA: O’Reilly, 2006.

NATIONAL LABRARY OF AUSTRALIA. Disponível em: http://www.nla.gov.au/>. Acesso em: 20 abr. 2015.

OLIVEIRA, Henry Poncio Cruz de. Arquitetura da informação pervasiva: contribuições conceituais. 2014. 202f. Tese (Doutorado em Ciência da Informação) – Faculdade de Filosofia e Ciências, Universidade Estadual Paulista, Marília, 2014.

PEIRCE, Charles Sanders. Semiótica. Tradução J. Teixeira Coelho. São Paulo: Perspectiva, 1977.

PEIRCE, Charles Sanders. The Collected Papers of Charles Sanders Peirce. 1931. CP 8.179. Disponível em: http://www.4shared.com/document/oRnzQCug>. Acesso em: 20 abr. 2015. (vol. 1-8, citado CP seguido pelo número do volume e número do parágrafo).

SANTAELLA, Lucia. A teoria geral dos signos: como as linguagens significam as coisas. São Paulo: Pioneira, 2000.

SOUZA, Clarisse Sieckenius de. The semiotic engineering of humancomputer interaction. Cambridge, MA: The MIT Press, 2005.

SOUZA, Clarisse Sieckenius de. The semiotic engineering of user interface languages. International Journal of Man-Machine Studies, London, v. 39, p. 753-773, 1993.

VIDOTTI, Silvana Aparecida Borsetti Gregório; CUSIN, César Augusto; CORRADI, Juliane Adne Mesa. Acessibilidade digital sob o prisma da Arquitetura da Informação. In: GUIMARÃES, José Augusto Chaves; FUJITA, Mariângela Spotti Lopes. Ensino e pesquisa em Biblioteconomia no Brasil: a emergência de um novo olhar. São Paulo: Cultura Acadêmica, 2008.

WALKER, John. Through the looking glass. In: ______. The autodesk file: bits of history, words of experience. Disponível em: https://www.fourmilab.ch/autofile/www/chapter2_69.html#SECTION00690000000000000000 >. Acesso em: 15 maio 2015.

WITTER, Geraldina Porto. Pesquisa Bibliográfica, Pesquisa documental e Busca de informação. Estudos de Psicologia, Campinas, v.7, n.1, p. 5-30, jan. /jul. 1990.

WURMAN, Richard Saul. Ansiedade de Informação: como transformar informação em compreensão. São Paulo: Cultura Editores Associados, 1991.




DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1981-8920.2016v21n1p80

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

  

Inf. Inf.

ISSN: 1981-8920 (versão somente online)

DOI: 10.5433/1981-8920

e-mail: infoeinfo@uel.br



Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional