Uso da ferramenta computacional Scriptlattes- Scriptsucupira na prestação de contas anual e quadrienal a capes por um programa de Pós-graduação Stricto sensu em Direito

Carolina Alencar Nigro, Renato Ribeiro Nogueira Ferraz, Luc Quoniam, Wonder Alexandre Luz Alves

Resumo


Introdução: A Plataforma Sucupira é o meio de comunicação entre os Programas de Pós-graduação Stricto sensu e a CAPES. É por meio desta Plataforma que os Programas prestam contas à Coordenação anualmente e ao final de cada quadriênio, cabendo à CAPES verificar se os mesmos apresentam o padrão mínimo de qualidade exigido para se manterem em atividades.

Objetivo: Apresentar uma nova metodologia para gerenciamento da produtividade acadêmica de um grupo de pesquisadores. 

Metodologia: O presente trabalho utilizou a ferramenta computacional Scriptlattes-Scripsucupira para extrair, organizar e apresentar informações acadêmicas relacionadas aos pesquisadores pertencentes a um Programa de Pós-graduação Stricto sensu em Direito, com base em dados disponíveis na Plataforma Lattes.

Resultados: A presente experimentação gerou vários relatórios eletrônicos contendo informações relacionadas às produções bibliográficas, técnicas e artísticas dos professores vinculados ao Programa avaliado, dispostos de forma a facilitar o preenchimento da Plataforma Sucupira.

Conclusões: Tais informações se constituem em uma importante ferramenta de gestão visto que permitem o acompanhamento do desempenho do Programa como um todo, das linhas de pesquisa que o compõem, e dos pesquisadores vinculados a estas linhas, possibilitando aos gestores o estabelecimento de estratégias para alavancar a produção acadêmica de seus pares ainda no quadriênio vigente.


Palavras-chave


Scriptlattes. Plataforma Lattes. Plataforma Sucupira

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1981-8920.2016v21n1p131



  

Inf. Inf.

ISSN: 1981-8920 (versão somente online)

DOI: 10.5433/1981-8920

e-mail: infoeinfo@uel.br



Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional