Quando as Webs se encontram: social e semântica - promessa de uma visão realizada?

Maria José Vicentini Jorente, Plácida Leopoldina Ventura Amorim da Costa Santos, Silvana Aparecida Borsetti Gregorio Vidotti

Resumo


A Ciência da Informação solicita definições e redefinições de métodos que valorizem e destaquem os aspectos importantes das relações de disseminação, de recuperação e de compartilhamento de conhecimentos quando ocorre a rearticulação das relações sociais e de produção em torno das Tecologias de Informação e Comunicação (TICs). Busca-se nas interdisciplinaridades e transdisciplinaridades investigar e dialogar com os diversos campos do conhecimento em rede. Apresenta-se o modelo-teoria de Sáez Vacas (2002) para definir e estudar o Novo Entorno Tecnosocial (N.E.T) segundo uma perspectiva sistêmica da infra-estrutura digital extremamente complexa, a Rede Universal Digital (R.U.D.) com instrumentos tecnológicos  para usuários não técnicos.  O momento atual oferece a possibilidade de construção de um saber colaborativo marcado pela inteligência coletiva, em ações sociais de transferência de informação, sob o olhar das redes sociais como um ambiente antropológico de possibilidades. Avanços sociais e tecnológicos criam uma nova dinâmica da Rede e define o aparecimento da Web 2.0, Web Social ou a Web NG (Nova Geração de usuários, os nativos digitais), Web Semântica e Web Social Semântica.


Palavras-chave


IInformação e Tecnologia. Web 2.0. Web Semântica. Web Social. Web Social Semântica.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1981-8920.2009v14n1espp1

  

Inf. Inf.

ISSN: 1981-8920 (versão somente online)

DOI: 10.5433/1981-8920

e-mail: infoeinfo@uel.br



Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional