Uma compreensão dos fundos arquivísticos sob o enfoque da análise de domínio.

Leandro R. Negreiros

Resumo


O artigo procura buscar uma aproximação com a teoria de Birger Hjørland, identificando as instituições públicas e privadas produtoras de documentos arquivísticos como domínios específicos de conhecimento, que: (a) produzam documentos decorrentes de suas atividades e funções; (b) possuam terminologia especializada; (c) requeiram análises estruturais e históricas para a determinação da organicidade dos documentos e estabelecimento do princípio de proveniência; (d) abranjam uma comunidade de usuários com necessidades de acesso a documentos e necessidades informacionais complexas e específicas; e (e) utilizam sistemas inteligentes para recuperação e organização de documentos arquivísticos. Utilizando-se as abordagens propostas será possível alcançar melhorias na gestão de documentos arquivísticos no que se refere a manutenção de proveniência e autenticidade dos documentos, otimização de sistemas informatizados de gerenciamento de documentos e eficácia na recuperação da informação em arquivos.


Palavras-chave


Análise de Domínio. Gestão de Documentos Arquivísticos. Organização da Informação. Recuperação da Informação. Arquivos.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1981-8920.2008v13n2p79

  

Inf. Inf.

ISSN: 1981-8920 (versão somente online)

DOI: 10.5433/1981-8920

e-mail: infoeinfo@uel.br



Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional