Representação do conhecimento: história, sentimento e percepção.

Mario Caixeta, Renato Rocha Souza

Resumo


O artigo pretende evidenciar e desenvolver algumas idéias sobre aquilo que subjaz à representação do conhecimento, levando-se em consideração que a quase totalidade dos processos informacionais dependem de processos de representação. Pretende apresentar uma reflexão sobre alguns dos elementos que compõem o processo em questão a partir da análise das contribuições teóricas históricas sobre as formas humanas de representar o mundo em que vivem e seus sentimentos e percepções em relação a este.


Palavras-chave


Representação do conhecimento. Processos informacionais. Comunicação.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1981-8920.2008v13n2p34

  

Inf. Inf.

ISSN: 1981-8920 (versão online)

DOI: 10.5433/1981-8920

e-mail: infoeinfo@uel.br



Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional