A contribuição da organização e da visualização da informação para os sistemas de recuperação de informação

Jessica Monique de Lira Vieira, Fabio Assis Pinho

Resumo


Introdução: Apresenta resultados de pesquisa sobre a produção científica registrada em Ciência da Informação, a partir de dados empíricos obtidos em pesquisa bibliométrica sobre um corpus da literatura da área no Brasil, produzido por grupo de pesquisadores representativos, no período de 1993 a 2013, destacando as relações apresentadas no processo de consagração e de legitimação e cotejando-as com os aspectos teóricos relativos aos processos de produção e reprodução na literatura científica, assim como à distinção atribuída pela comunidade a pesquisadores e instituições.

Objetivo: Analisa, partindo de configurações bibliométricas, as características e as relações que essa produção apresenta e como se destacam seus componentes.

Metodologia: Identifica os artigos científicos dos 15 pesquisadores com a produção mais expressiva no período de 1993 a 2013, partindo de um levantamento bibliométrico dos periódicos vigentes, indexados na Base de Dados Referenciais de Artigos de Periódicos de Ciência da Informação (Brapci). Analisa os artigos científicos, identificando seus temas e relacionando seus autores às instituições e às posições que representam, para posterior organização numa planilha eletrônica, geradora dos gráficos utilizados. Com a mesma estratégia, incorpora a filiação dos autores e suas posições como pesquisadores junto ao CNPq. Completa a identificação com a busca de informações sobre a situação da pós-graduação em CI no Brasil e das posições dos grupos de pesquisa e dos pesquisadores para uma visualização sincrônica do contexto.

Resultados: Destaca que um terço dos autores faz parte do rol de pesquisadores do CNPq e que as instituições de maior destaque na área da CI, cujos programas são os mais antigos e contam com doutorado, abrigam a maioria dos pesquisadores CNPq.

Conclusões: Observa que a legitimação e a distinção decorrem do tempo de poder, ou seja, da permanência em situação capaz de organizar e estruturar condições de produção mais estáveis e, portanto, com melhores oportunidades de sucesso. As reflexões sobre os três aspectos críticos do processo de pesquisa científica, a produção, a reprodução e a distinção, apresentam singularidades que ilustram as convergências para a concretude do processo legitimador das instâncias de consagração na comunidade de experiências desse campo de produção científica.

Palavras-chave


Organização da Informação; Visualização da Informação; Sistemas de Recuperação de Informação.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1981-8920.2015v20n1p110



  

Inf. Inf.

ISSN: 1981-8920 (versão somente online)

DOI: 10.5433/1981-8920

e-mail: infoeinfo@uel.br



Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional