Extração e tratamento de dados na base lattes para identificação de core competencies em dengue.

Jorge L Magalhães, Luc Quoniam, Jesús P. Mena-Chalco, André Santos

Resumo


Introdução: A conjuntura de competitividade global requer das organizações práticas cada vez mais ousadas de Inteligência Competitiva, a fim de obter, analisar, tratar e disseminar as informações para auxiliar na tomada de decisão. No ambiente de Big Data na Web, é premente cautela para o resgate e análise de dados a fim de transformá-los em informações essenciais para o gestor.

Objetivo: Identificar e extrair a produção científica, produtos tecnológicos, instituições, redes dos cientistas que trabalham com a doença Dengue.

Metodologia: Usa-se a bibliométrica com técnicas para mensurar a produção e disseminação do conhecimento científico. Analisar os 2,5 milhões de currículos da base Lattes do CNPq, extrair e tratar os que possuem o termo “dengue” com o software ScriptLattes do conceito Web 2.0.

Resultados: A identificação de 15.465 currículos específicos com o tema Dengue. Extraiu-se 424 cientistas renomados na área, bem como mais 971 colaborações nacionais e internacionais relacionados com o termo dengue. O método possibilitou extrair dos especialistas a geolocalização, publicações, orientações, dentre outros.

Conclusões: A análise dos resultados mostrou a relação multidisciplinar dos cientistas em Dengue. O método pode ser replicado para qualquer área da ciência. A bibliometria como fonte de auxílio no tratamento de Big Data mostrou-se eficaz através da ferramenta ScriptLattes.

Palavras-chave


Estudos métricos da informação; Bibliometria; Análise da produção científica; Web 2.0; Base Lattes; Inteligência competitiva; Dengue

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1981-8920.2014v19n3p30

  

Inf. Inf.

ISSN: 1981-8920 (versão somente online)

DOI: 10.5433/1981-8920

e-mail: infoeinfo@uel.br



Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional