Sistemas de informação de marketing em unidades de informação empresarial: um modelo proposto

Ana Maria Pereira, Carla Campos Pereira

Resumo


Introdução: Propõe um modelo teórico de sistema de informação de marketing, o qual proporciona informações com atributos de qualidades, tais como: precisão, economia, flexibilidade, confiabilidade, relevância, simplicidade e verificabilidade aos decisores de organizações empresariais, com base na visão sistêmica e teorias de marketing.

Objetivo: Apresenta um modelo de sistema de informação de marketing para unidades empresariais, identificando as exigências, competências e habilidades que o mercado demanda do bibliotecário e a sua integração.

Metodologia: Revisão bibliográfica que possibilitou conhecimento teórico para propor o modelo.

Resultados: O modelo proposto é composto de cinco etapas e constituído de subsistemas que não foram identificados em sistemas de informação de marketing existentes, em que se confirma que a organização da informação é necessária para o desenvolvimento da organização

Conclusões: Identificou-se que o bibliotecário é um agente atuante, mediador de informações nos sistemas de informação de marketing em unidades empresariais, deve estar presente em todos os níveis do processo e proporcionar aos administradores uma maior credibilidade nas decisões tomadas.

Palavras-chave


Sistemas de Informação; Bibliotecário – Competências e Habilidades; Sistemas de Informação de Marketing

Texto completo:

PDF

Referências


AMARAL, Sueli Angélica. Marketing da informação: abordagem inovadora para entender o mercado e o negócio da informação. Ciência da Informação, Brasília, v. 40, n. 1, p. 85-98, jan./abr. 2011. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/ci/v40n1/a07v40n1.pdf>. Acesso em: 6 jul. 2015.

AMARAL, Sueli Angélica. Marketing e inteligência competitiva: aspectos complementares da gestão da informação e do conhecimento. In: ______. Marketing na ciência da informação. Brasília: UNB, 2007. cap. 1.

AMERICAN MARKETING ASSOCIATION. Marketing. 2013. Disponível em: https://www.ama.org/AboutAMA/Pages/Definition-ofMarketing.aspx>. Acesso em: 6 jul. 2015.

ARRUD, Maria da Conceição Calmon; MARTELETO, Regina Maria; SOUZA, Donaldo Bello. Educação, trabalho e o delineamento de novos perfis profissionais: o bibliotecário em questão. Ciência da Informação, Brasília, v. 29, n. 3, p. 14-24, 2000.

BRASIL. Ministério da Educação. Parecer CNE/CES 492/2001. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/cne/arquivos/pdf/CES0492.pdf>. Acesso em: 6 jul. 2015.

CUNHA, Miriam Vieira. O profissional da informação e o mercado de trabalho. Revista Informação e Sociedade: Estudos, João Pessoa, v. 10, n. 1, 2000. Disponível em: http://www.ies.ufpb.br/ojs2/index.php/ies/article/view/347/269>. Acesso em: 6 jul. 2015.

FERREIRA, Danielle Thiago. Profissional da informação e a gestão do conhecimento: perfil de habilidades demandadas por empresas de recrutamento e seleção de recursos humanos. In: SOUTO, Leonardo Fernandes (Org.). O profissional da informação em tempo de mudança. Campinas: Alínea, 2005. p. 13-27.

INTERNATIONAL SOCIAL MARKETING ASSOCIATION. Social marketing definition. 2013. Disponível em: http://www.isocialmarketing.org/social-marketing-definition>. Acesso em: 6 jul. 2015.

JAMIL, George Leal. Repensando a TI na empresa moderna: atualizando a gestão com a tecnologia da informação. Rio de Janeiro: Axcel Books, 2001.

KOTLER, Philip; ROBERTO, Eduardo L. Marketing social: estratégias para alterar o comportamento público. Rio de Janeiro: Campus, 1992.

KOTLER, Philip; ARMSTRONG, Gary. Administração de marketing. 10. ed. São Paulo: Pearson Prentice Hall, 2000.

KOZEL JUNIOR, José. O top do marketing brasileiro. São Paulo: Scipione, 1997.

LAMBIN, Jean Jacques. Marketing estratégico. Lisboa: McGraw-Hill, 2000.

LI, Eldon Y.; MCLEOD JUNIOR, Raymond; ROGERS, John C. Marketing information system in fortune 500 companies: a longitudinal analysis of 1980, 1990, and 2000. Information & Manegement, Amsterdam, v. 38, n. 5, p. 307-322, abr. 2001.

MATTAR, Fauze Najib. Sistemas de informação de marketing. Revista Mercado Global, São Paulo, ano 13, n. 67, p. 24-45, mar./abr. 1986. Disponível em: http://www.fauze.com.br/htm/Artigos.aspx?ano=1986>. Acesso em: 6 jul. 2015.

MATTAR, Fauze Najib. Pesquisa de marketing: metodologia, planejamento. 3. ed. São Paulo: Atlas, 1996. 2 v.

PIGGOTT, Sylvia. A new paradigm for excellence in information services. 1996. Disponível em: http://www.si.umich.edu/cristaled/postings/V41.html>. Acesso em: 7 out. 2009.

REZENDE, Yara. Informação para negócios: os novos agentes do conhecimento e a gestão do capital intelectual. Ciência da Informação, Brasília, v. 31, n. 2, maio/ago. 2002.

SEMENIK, Richard J.; BAMOZZY, Gary J. Princípios de marketing: uma perspectiva global. São Paulo: Makron Books, 1996.

SILVA, Fabiano Couto Corrêa. Bibliotecários especialistas: guia de especialidades e recursos informacionais. Brasília: Thesaurus, 2005.

SILVA, Valéria Bastos et al. Possibilidades de atividades colaborativas e cooperativas entre bibliotecários e gestores da informação em práticas profissionais de armazenamento, organização, fluxo e recuperação da informação. Múltiplos Olhares em Ciência da Informação, Belo Horizonte, v. 3, n. 2, 2013. Disponível em: http://portaldeperiodicos.eci.ufmg.br/index.php/moci/article/view/2098/1 300>. Acesso em: 1 jul. 2015.

STAIR, Ralph M.; REYNOLDS, George W. Princípios de sistemas de informação: uma abordagem gerencial. 4. ed. Rio de Janeiro: Livros Técnicos e Científicos, 1999.




DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1981-8920.2016v21n1p324

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

  

Inf. Inf.

ISSN: 1981-8920 (versão somente online)

DOI: 10.5433/1981-8920

e-mail: infoeinfo@uel.br



Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional