Indexação social no Skoob: a descrição do livro “O Mundo de Sofia” a partir de tags e resenhas

Raquel Juliana Prado Leite de Sousa, Marina Benetti

Resumo


Introdução: O Skoob é uma rede social brasileira baseada na troca de informações sobre livros e revistas, que permite ao usuário, ou skoobers, a inserção de tags para a organização de suas estantes pessoais, bem como para o compartilhamento público de descrição dos recursos. A análise da etiquetagem de livros literários é um indicativo do comportamento dos leitores frente à atividade de indexação social.

Objetivo: Explorar a indexação social realizada no Skoob, a fim de analisar os conceitos utilizados em tags, comparando-os aos conceitos presentes em resenhas escritas pelos leitores.

Metodologia: Foi selecionado o livro “O mundo de Sofia: romance da história da filosofia”, de Jostein Gaarder. Primeiramente levantou-se a discrepância das tags mais populares atribuídas ao livro. Em seguida, através da Análise de Conteúdo com abordagem qualitativa, foram analisadas 30 resenhas, a fim de levantar os conceitos presentes na apreciação crítica dos leitores. Por fim, foi feita uma comparação entre os conceitos das tags e das resenhas.

Resultados: Houve discrepância entre as tags no que se refere ao número (singular e plural). Os conceitos levantados nas resenhas foram agrupados em três categorias: a) Assunto; b) Gênero; e c) Juízos de valor. Os conceitos presentes nas tags e nas resenhas, de um modo geral, foram diferentes.

Conclusão: Foi possível, através da análise das resenhas, aprofundar a compreensão de alguns conceitos presentes nas tags. Entretanto, dentre os conceitos mais citados nas resenhas apenas filosofia e mistério estão presentes entre as tags mais populares.


Palavras-chave


Folksonomias; Literatura; Redes Sociais; Análise de Conteúdo

Texto completo:

PDF

Referências


BARDIN, Laurence. Análise de conteúdo. Tradução de Luis Antero Reto. São Paulo: Edições 70, 1977.

CAÑADA, Javier. Tipologías y estilos en el etiquetado social. 2006. Disponível em: http://www.terremoto.net/tipologias-y-estlos-en-eletiquetado-social/>. Acesso em: 20 out. 2013.

CATARINO, Maria Elisabete; BAPTISTA, Ana Alice. Folksonomias: características das etiquetas na descrição de recursos da web. Informação & Informação, Londrina, v. 14, n. esp., p. 46-67, 2009. Disponível em: http://www.uel.br/revistas/uel/index.php/informacao/article/view/3234>. Acesso em: 27 jul. 2013.

GOUVÊA, Cleber; LOH, Stanley. Folksonomias: identificação de padrões na seleção de tags para descrever conteúdos. RESI: Revista Eletrônica de Sistemas de Informação, Campo Largo, v. 11, n. 2, p. 1-8, 2007. Disponível em: http://revistas.facecla.com.br/index.php/reinfo/article/view/214/118>. Acesso em: 27 set. 2013.

GUEDES, Roger de Miranda; DIAS, Eduardo José Wense. Indexação social: abordagem conceitual. Revista ACB: Biblioteconomia em Santa Catarina, Florianópolis, v. 15, n. 1, p. 39-53, jan./jun. 2010. Disponível em: http://revista.acbsc.org.br/racb/article/view/686>. Acesso em: 27 fev. 2013.

GUIMARÃES, José Augusto Chaves; MORAES, João Batista Ernesto de; GUARIDO, Maura Duarte Moreira. Análisis documental de contenido de textos narrativos: bases epistemológicas y perspectivas metodológicas. Ibersid: Revista de Sistemas de Información y Documentación, Zaragoza, v. 1, p. 93-99, 2007. Disponível em: http://ibersid.eu/ojs/index.php/ibersid/article/viewArticle/3267>. Acesso em: 14 nov. 2013.

MORAES, João Batista Ernesto. Perspectivas metodológicas para a identificação do aboutness em textos narrativos de ficção. Scire, Zaragoza, v. 18, n. 2, p. 57-66, 2012. Disponível em: ibersid.eu/ojs/index.php/scire/article/download/3965/3707>. Acesso em: 14 nov. 2013.

SANTOS, Hercules Pimenta. Etiquetagem e folksonomia: o usuário e sua motivação para organizar e compartilhar informação na Web 2.0.

Perspectivas em Ciência da Informação, Belo Horizonte, v. 18, n. 2, p. 91-104, abr./jun. 2013. Disponível em: http://portaldeperiodicos.eci.ufmg.br/index.php/pci/article/view/1617>. Acesso em: 6 jun. 2013.

SKOOB. Quem somos? Disponível em: http://www.skoob.com.br/inicio/quem_somos>. Acesso em 16 jun. 2013.

VANDER WAL, Thomas. Folksonomy definition and Wikipedia. 2005. Disponível em: http://www.vanderwal.net/random/entrysel.php?blog=1750>. Acesso em: 2 set. 2013.

VANDER WAL, Thomas. Folksonomy: Brasilian research [mensagem pessoal]. Mensagem recebida por em 3 out. 2013.




DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1981-8920.2016v21n1p520

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

  

Inf. Inf.

ISSN: 1981-8920 (versão somente online)

DOI: 10.5433/1981-8920

e-mail: infoeinfo@uel.br



Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional