Definição de metadados para recursos informacionais: apresentação da metodologia BEAM

Plácida Leopoldina Ventura Amorim da Costa Santos, Ana Carolina Simionato, Felipe Augusto Arakaki

Resumo


Introdução: No ambiente digital, os metadados influenciam tanto no acesso aos dados quanto na recuperação da informação e são utilizados como ferramenta/elementos de busca para facilitar a localização de recursos na WebObjetivo: Nessa perspectiva, o objetivo é apresentar a metodologia BEAM, desenvolvida na Biblioteca de Estudos e Aplicação de Metadados, do Grupo de Pesquisa – Novas Tecnologias em Informação, da UNESP e utilizada para definir os metadados para a descrição de recursos informacionais. Metodologia: Nesse sentido, a metodologia utilizada para a construção da pesquisa é exploratória e bibliográfica e foi desenvolvida tendo como base teórica o método de Chuttur (2011) e o ciclo de vida dos dados do DataONE (2012) e ainda o ciclo PDCA e a ferramenta 5W1H. Resultados: As sete etapas da metodologia são apresentadas e também as orientações necessárias para sua aplicação. Conclusões: Conclui-se apontando que a metodologia BEAM pode ser adotada por bibliotecas, no processo de construção de catálogos voltados para o atendimento das necessidades dos usuários.


Palavras-chave


Metadados; Catalogação automatizada; Modelagem de catálogos; Definição de metadados; Informação e tecnologia.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1981-8920.2014v19n1p146

  

Inf. Inf.

ISSN: 1981-8920 (versão somente online)

DOI: 10.5433/1981-8920

e-mail: infoeinfo@uel.br



Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional