A Representação da informação em contextos de comunicação científica: a elaboração de resumos e palavras-chave pelo pesquisador- autor

Mateus Uerlei Pereira da Costa, Maria Aparecida Moura

Resumo


Introdução: Este trabalho originou-se da relativa ausência de estudos sistemáticos sobre a representação da informação em situação de elaboração de artigos científicos realizada pelos próprios autores, através de palavras-chave e de resumos, no âmbito da Ciência da Informação. A partir de uma perspectiva semiótica, aborda aspectos teóricos e práticos desta representação, considerando o pesquisador-autor como um indexador especialista.

Objetivo: Tem como objetivo identificar as contribuições dos conceitos peirceanos de representação e de hábito para o entendimento da prática de representação do pesquisador-autor.

Metodologia: Para uma maior aproximação com a realidade dessa prática realizaram-se entrevistas semi-estruturadas a pesquisadores da UFMG distribuídos nas áreas de Bioquímica e Imunologia, Física, Filosofia e Letras, estes últimos especificamente ligados ao Programa de Pós Graduação em Estudos Linguísticos. As entrevistas foram estruturadas em cinco tópicos: percurso intelectual, ações do pesquisador referentes à produção científica, representação, comunicação científica e divulgação científica.

Resultados: Considerou-se, a partir de suas falas, que os pesquisadores-autores tem um conhecimento abrangente sobre a função representacional, assim como sobre os aspectos estruturais dos resumos e das palavras-chave. A prática de elaboração de palavras-chave pelos próprios autores dos artigos se configurou como uma indexação social diferenciada.

Conclusões: Concluiu-se que a geração de resumos, assim como a escolha das palavras-chave pelo pesquisador-autor, se apoiam em hábitos adquiridos no interior da prática científica e se resguardam em princípios pragmáticos. Isso garante, pelo menos inicialmente, um rigor terminológico para essas informações documentárias.

Palavras-chave


Comunicação científica. Representação. Informação documentária. Hábito. Semiótica.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1981-8920.2013v18n3p45

  

Inf. Inf.

ISSN: 1981-8920 (versão somente online)

DOI: 10.5433/1981-8920

e-mail: infoeinfo@uel.br



Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional