A relação do arquivista com a gestão do conhecimento: análise em uma Instituição Pública Federal

Murilo Billig Schäfer, Marystela Assis Baratter Sanches

Resumo


Introdução: A informação tornou-se elemento imprescindível na tomada de decisão e execução das atividades administrativas das organizações modernas, repercutindo na sua necessidade de gestão. Objetivo: averiguar a adoção de instrumentos arquivísticos que promovam a gestão de documentos e informações; analisar a percepção do arquivista quanto à gestão do conhecimento na instituição pesquisada; o incentivo e apoio dos gestores no compartilhamento e uso do conhecimento; e, o estudo dos fatores que interferem no desenvolvimento de um programa de gestão do conhecimento. Metodologia: Levantamento da bibliografia e referencias teóricos e em seguimento, aplicou-se um questionário em uma Instituição Pública Federal. Resultados: O conjunto de fatores verificados serve de parâmetro para demonstrar a situação encontrada nos órgãos governamentais brasileiros e as dificuldades para aplicação da gestão do conhecimento. Conclusões: apontam-se alternativas para contornar a atual realidade, destacando-se o papel do arquivista, que deve assumir a postura de incentivador no uso da informação e conhecimento produzido pelas organizações.


Palavras-chave


Arquivista. Informação. Gestão do Conhecimento. Instituições Públicas Federais

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1981-8920.2014v19n1p206

  

Inf. Inf.

ISSN: 1981-8920 (versão somente online)

DOI: 10.5433/1981-8920

e-mail: infoeinfo@uel.br



Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional