A gestão de documentos frente aos requisitos SIGAD

Virgínia Vendramini, Diana Vilas Boas Souto Aleixo

Resumo


Introdução: A Gestão de Documentos Arquivísticos constitui-se como estratégia essencial aos ambientes administrativos. Neste contexto, insere o SIGAD, a fim de propiciar uma relação orgânica entre os documentos e a garantia de confiabilidade, autenticidade e de acesso a longo prazo.
Objetivo: Analisar as funções arquivísticas preconizadas pela gestão de documentos frente aos requisitos do SIGAD.
Metodologia:
Pesquisa exploratória e descritiva, de abordagem quali-quantitativa, que utiliza procedimentos bibliográficos e documentais.
Resultados: Apurou-se que a relevância da tríade das funções de classificação, avaliação e descrição, marca presença embasando direcionamentos presentes nos requisitos do SIGAD.
Conclusões: Visualiza-se que o debate e inserção das tecnologias de gestão de conteúdos no ambiente arquivístico pode viabilizar novas estratégias e métodos amparados nas premissas teóricas do campo arquivístico.


Palavras-chave


Gestão de Documentos; SIGAD; Gestão de Arquivos; Sistemas de Informação

Texto completo:

PDF

Referências


ARQUIVO NACIONAL (Brasil). Dicionário brasileiro de terminologia arquivística. Rio de Janeiro: Arquivo Nacional, 2005. p. 232 (Publicações Técnicas; 51). Disponível em: https://bit.ly/3jYhVb6. Acesso em: 26 abr. 2021.

ARQUIVO NACIONAL (Brasil). Gestão de documentos: curso de capacitação para os integrantes do Sistema de Gestão de Documentos de Arquivo - SIGA, da administração pública federal. Rio de Janeiro: Arquivo Nacional, 2011. (Publicações Técnicas; n. 55). Disponível em: https://bit.ly/3hO8rwr. Acesso em: 26 abr. 2021.

BAX, M. P.; OLIVEIRA, J. L. R.; BARBOSA, D. M. Gerenciamento de Documentos Eletrônicos: Estudo de Caso com o Sistema de Gestão de Conteúdo Plone. Perspectivas em Gestão & Conhecimento, v. 1, n. 2, p. 166-190, 2011.

BERNARDES, I. P.; DELATORRE, H. Gestão Documental Aplicada. São Paulo: Arquivo Público do Estado de São Paulo, 2008.

CONSELHO NACIONAL DE ARQUIVOS (Brasil). Câmara Técnica de Documentos Eletrônicos. e-ARQ Brasil: Modelo de Requisitos para Sistemas Informatizados de Gestão Arquivística de Documentos. Rio de Janeiro: Arquivo Nacional, 2011. Disponível em: https://bit.ly/36kxYIh. Acesso em: 26 abr. 2021.

COOK, T. A ciência arquivística e o pós-modernismo: novas formulações para conceitos antigos. InCID: Revista de Ciência da Informação e Documentação, v. 3, n. 2, p. 3-27, 2012.

DOLLAR, C. M. O impacto das tecnologias de informação sobre princípios e práticas de arquivos: algumas considerações. Revista Acervo, v. 7, n. 1-2, p. 3-38, 2012.

DURANTI, L. Registros documentais contemporâneos como provas de ação. Revista Estudos Históricos, Rio de Janeiro, v. 7, n. 13, p. 49-64, jul. 1994.

INDOLFO, A. C. Avaliação de documentos de arquivo: atividade estratégica para a gestão de documentos. Revista do Arquivo Geral da Cidade do Rio de Janeiro. Rio de Janeiro, v. 6, p. 13-37, 2012.

INDOLFO, A. C. Gestão de documentos: uma renovação epistemológica no universo da arquivologia. Arquivística. net, Rio de janeiro, v. 3, n. 2, p. 28-60, 2007.

NNARELLI, H. C. Preservação digital: a influência da gestão dos documentos digitais na preservação da informação e da cultura. RDBCI: Revista Digital de Biblioteconomia e Ciência da Informação, v. 9, n. 1, p. 72-87, 2011.

LAUDON, K. Sistemas de informação gerenciais. Trad. Luciana do Amaral Teixeira. 9. ed. São Paulo: Pearson Prentice Hall, 2010.

PAES, M. L. Arquivo: teoria e prática. Rio de Janeiro: Fundação Getúlio Vargas, 1997.

REIS, Luís. O arquivo e arquivística evolução histórica. Biblios: Revista electrónica de bibliotecología, archivología y museología, n. 24, p. 5, 2006.

SCHMIDT, C. M. S. Arquivologia e a construção do seu objeto científico: concepções, trajetórias, contextualizações. 2012. 320 f. Tese (Doutorado em Ciência da Informação) - Universidade de São Paulo, São Paulo, 2012. Disponível em: https://bit.ly/2UC2Xww. Acesso em: 26 abr. 2021.

THOMASSEM, T. Uma primeira introdução à arquivologia. Arquivo & Administração. Rio de Janeiro, v. 5, n. 1, p. 5-16, 2006.

THOMAZ, K. P. Gestão e preservação de documentos eletrônicos de arquivo: revisão de literatura–parte 2. Arquivística. net, v. 2, n. 1, p. 114-131, 2006.

VIEIRA, R. SmartDocs–Inovação em Gestão Documental. Lisboa: Instituto Superior Técnico da Universidade Técnica de Lisboa, 2010. Disponível em: https://bit.ly/3jU7AwM. Acesso em: 26 abr. 2021.




DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2317-4390.2021v10n1p142

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Inf. Prof.

Londrina/PR - Brasil
ISSN: 2317-4390 (versão online)

DOI: 10.5433/2317-4390

infoprof@uel.br



Esta obra está licenciada com uma licença Attribution 4.0 International (CC BY 4.0)