Informatização e reestruturação da hemeroteca da Biblioteca Pública Municipal de Londrina

Zoraide Aparecida Gasparini, Marcos Antonio de Moraes, Leda Maria de Araújo

Resumo


Introdução: Este artigo apresenta o processo de restruturação e informatização da Hemeroteca da Biblioteca Pública Municipal de Londrina. Evidencia a importância das práticas inerentes à mesma, de modo a buscar a compreensão de contextos e processos relacionados à construção dos fluxos informacionais a partir da necessidade de recuperação de dados. Destaca os materiais históricos da cidade de Londrina, desde a década de 80 até os dias atuais.
Objetivo: a pesquisa tem por finalidade registrar o papel e a importância da hemeroteca, espaço de memória, preservação e acesso aos registros do conhecimento, com objetivo de compreender e reconstituir a maneira pela qual o espaço informacional se configurou no passado e a grande relevância dos acervos impressos para a mediação, disseminação e compartilhamento da informação histórica.
Metodologia: pesquisa exploratória de natureza qualitativa. Resultados: apresentara a importância da reestruturação e informatização da hemeroteca, uma vez que gerou rapidez na busca e recuperação da informação.
Conclusão: a reestruturação da hemeroteca foi de suma importância, na reorganização do espaço físico e sequência sistemática dos assuntos dos materiais que constitui-se num acervo documental rico de informações históricas  reunidas ao longo destes mais de  40 anos.


Palavras-chave


Hemeroteca; Biblioteca Pública; Desenvolvimento de coleções

Texto completo:

PDF

Referências


ACHILLES, Daniele. Desenvolvimento de coleções: apontamentos teóricos sobre bibliotecas especializadas. Disponível em: https://bit.ly/3qWD4DK. Acesso em: 30 maio 2019.

ALMEIDA JÚNIOR, Oswaldo Francisco de. Biblioteca Pública: avaliação de serviços. Londrina: Eduel, 2003.

ARAÚJO, Leda Maria. Memória do Sistema Municipal de Bibliotecas Públicas de Londrina. 2015. 317f. Dissertação (Mestrado em Ciência da Informação) - Universidade Estadual de Londrina, Londrina, 2015.

ARAUJO, Felipe. Hemeroteca. Disponível em: https://www.infoescola.com/curiosidades/hemeroteca/. Acesso em: 15 maio 2019.

BUSE, Juliana. Hemeroteca sobre saques e invasões do impresso ao digital. 2005. Disponível em: https://bit.ly/3qUKtU6. Acesso em: 25 maio 2019.

DIONNE, Hugues. A pesquisa-ação para o desenvolvimento local. Brasília: Liber livro, 2007.

FERNANDES, Tatiana Brandão; FERREIRA JUNIOR. José Raymundo Costa. Hemeroteca digital: modelo para implementação no centro de biotecnologia da Amazônia. Disponível em: https://bit.ly/3hLpBL8. Acesso em: 27 maio 2019.

FONSECA, João José Saraiva da. Metodologia da pesquisa científica. Fortaleza: UEC, 2002.

GIORDANO, Rafaela Boeira. Do jornal à ciência: a hemeroteca digital brasileira como fonte de informação para a pesquisa científica. 2016. 239 f. Tese (Doutorado em Ciência da Informação) – Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2016.

LE GOFF, Jacques. História e memória. Campinas: UNICAMP, 1990. Disponível em: https://bit.ly/3wq0Qt8. Acesso em: 20 dez. 2019.

MILANESI, Luís. Biblioteca. São Paulo: Ateliê Editorial. 2002.

OLIVEIRA, João Carlos Salvador da Silva; MATOS, Álvaro Costa de. Hemeroteca Municipal de Lisboa: património projetado no futuro. Cadernos BAD, Lisboa, 2015, n. 1, jan./jun. p. 177-200. Disponível em: https://bit.ly/3dTDzsY. Acesso em: 29 maio 2019.

SANTOS, Antonio Raimundo dos. Metodologia científica: a construção do conhecimento. Rio de Janeiro: DP&A, 2000.

SILVA, Márcio Bezerra da, RUFINO, Fernanda Maciel. A web 2.0 na informatização de bibliotecas: um estudo positivo. Ponto de Acesso, Salvador, v.10, n.2, p.17-38, ago. 2016. Disponível em: https://bit.ly/3yx5EhR. Acesso em: 29 maio 2019.

TRIPP, David. Pesquisa-ação: uma introdução metodológica. Educação e Pesquisa, São Paulo, v. 31, n. 3, p. 443-466, set./dez. 2005. Disponível em: https://bit.ly/3jVpgIv. Acesso em: 30 abr. 2019.

VERGUEIRO, W. Desenvolvimento de coleções. São Paulo: Polis, 1989.

WEITZEL, Simone da Rocha. Desenvolvimento de coleções: origem dos fundamentos contemporâneos. TransInformação, Campinas, v .24 n. 3, p.179- 190, set./dez. 2012. Disponível em: https://bit.ly/2VpsSZ7. Acesso em: 25 maio 2019.




DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2317-4390.2021v10n1p19

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Inf. Prof.

Londrina/PR - Brasil
ISSN: 2317-4390 (versão online)

DOI: 10.5433/2317-4390

infoprof@uel.br



Esta obra está licenciada com uma licença Attribution 4.0 International (CC BY 4.0)