Competência informacional do bibliotecário no planejamento de cursos em educação a distância

Paula Pinheiro da Nóbrega, Silvana Maria Araújo Lima, Andréa Soares Rocha da Silva, Priscila Barros David

Resumo


Introdução: A Educação a Distância (EaD) como práxis social estimula reflexões sobre a realidade e, consequentemente, quando necessário, pode gerar mudanças em benefício da sociedade. No entanto, para que a modalidade seja compreendida dessa maneira, é necessário o planejamento de conteúdos voltados para a reflexão crítica, alinhando-se teoria e prática. Assim, a presença do bibliotecário no planejamento torna-se primordial, pois ele enquanto mediador da informação e profissional que conhece os usuários, contribui para que os estudantes saibam ler os contextos que lhes são apresentados e isso acontece com a prática da competência informacional. Objetivo: demonstrar a importância de o bibliotecário desenvolver a competência informacional para sua atuação eficiente na fase de planejamento de conteúdos EaD. Metodologia: pesquisa bibliográfica narrativa. Resultados: Como se constata na literatura, ao organizar um curso em EaD, a fase de planejamento pode definir o sucesso da proposta de ensino/aprendizagem. Conclusões: a presença do bibliotecário na etapa do planejamento contribui para o desenvolvimento dos alunos, tanto em nível intelectual quanto na formação da cidadania.

Palavras-chave


Competência Informacional. Bibliotecário. Planejamento. Educação a Distância

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2317-4390.2020v9n1p70

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

Inf. Prof.

Londrina/PR - Brasil
ISSN: 2317-4390 (versão online)

DOI: 10.5433/2317-4390

infoprof@uel.br

 


 
Esta obra está licenciada com uma licença Creative Commons Atribuição-Não comercial 4.0 Internacional.