Produção científica sobre a Polícia Militar na Scielo: um estudo bibliométrico dos principais autores e a interlocução entre eles

Antonio Thales Carassa, Carla Mara Hilário

Resumo


Introdução: Ainda que existam algumas iniciativas da inserção da Polícia Militar no ambiente científico, como cursos de Pós-graduação stricto sensu em Segurança Pública, poucos são os estudos realizados por Policiais com o intuito de refletir sobre os problemas e ações da PM do Brasil. Objetivo: Analisar a produção científica sobre a Polícia Militar em periódicos indexados na Scielo, e identificar os periódicos que mais publicam pesquisas sobre a PM no Brasil, os autores mais citados e a interlocução entre eles. Metodologia: foi identificada a produção científica até o período de 2016 e foram evidenciados os periódicos que mais publicam sobre a temática, as principais palavras-chave, os autores mais citados nos artigos e a relação entre eles por meio de uma rede de cocitações. Resultados: Identifica que as pesquisas sobre a PM se dividem em vertentes voltadas à sociologia e à saúde do policial militar, sendo os autores mais citados as autoras Minayo e Muniz. A autora central da rede de cocitação é a autora Minayo, e a rede de relação entre os autores mais citado apresente quase totalmente conectada, evidenciando coesão no referencial teórico utilizado pelos autores. Conclusões: Conclui que as pesquisas que envolvem a Polícia Militar são realizadas por pesquisadores sem vinculo institucional com a PM e que a falta de incentivo à inserção científica pode ser uma razão para os policiais militares não se inserirem na ciência brasileira.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2317-4390.2019v8n1p12

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

Inf. Prof.

Londrina/PR - Brasil
ISSN: 2317-4390 (versão online)

DOI: 10.5433/2317-4390

infoprof@uel.br

 


 
Esta obra está licenciada com uma licença Creative Commons Atribuição-Não comercial 4.0 Internacional.