A gestão de documentos nos arquivos acadêmicos e a portaria MEC n°. 1.224/2013

João Arlindo Santos Neto, Rosana Pereira dos Santos

Resumo


Introdução: Discute a gestão de documentos nos arquivos acadêmicos universitários, a partir das orientações que a Portaria MEC n°.1.224/2013 propõe aos Institutos Federais de Ensino Superior.
Objetivo: Verifica e analisa se a gestão documental do acervo acadêmico de graduação das Instituições de Ensino Superior da cidade de Londrina/PR está em consonância com a referida portaria.
Metodologia: Apresenta uma pesquisa qualitativa de caráter descritivo, a partir de uma revisão bibliográfica, e também, exploratória para analisar as atividades desenvolvidas no setor de arquivo acadêmico das Instituições de Ensino Superior, valendo-se de uma coleta de dados utilizando o questionário.
Resultados: Constata a necessidade de uma gestão eficaz com os documentos armazenados no arquivo, para prestar à sociedade um atendimento de qualidade, com base na rapidez e na confiabilidade das informações solicitadas.
Conclusões: Conclui que as Instituições de Ensino Superior agem ainda, de acordo com a rotina administrativa diária, sem se fazer valer de uma legislação arquivística.

 


Palavras-chave


Gestão de Documentos; Acervo Acadêmico; Instituição de Ensino Superior; Legislação Arquivística; Portaria n°. 1.224/2013.

Texto completo:

PDF

Referências


ARQUIVO NACIONAL. Dicionário brasileiro de terminologia arquivística. Rio de Janeiro: Arquivo Nacional, 2005.

BERNARDES, Ieda Pimenta. Como avaliar documento de arquivo. São Paulo: Arquivo do Estado Imprensa Oficial, 1988.

BOSO, A. K. et al. A importância do arquivo universitário. Revista ACB: Biblioteconomia em Santa Catarina, Florianópolis, v. 12, n. 1, p. 123- 131, jan./jun. 2007.

BOTTINO, Mariza. Arquivo universitário: considerações em torno da questão. Panorama da situação no Brasil. Rio de Janeiro, 1994, 203 f. Dissertação (Mestrado em Ciência da Informação) - Universidade Federal do Rio de Janeiro; Instituto Brasileiro em Informação em Ciência e Tecnologia, 1994.

BOTTINO, Mariza. Arquivo universitário: sonho ou realizada? In: VENÂNCIO, Renato; NASCIMENTO, Adalson. Universidades & Arquivos: gestão, ensino e pesquisa. Belo Horizonte: Fino Traço, 2014. p. 21-32.

BRASIL. Decreto Nº 4.073, de 3 de janeiro de 2002. Regulamenta a Lei no 8.159, de 8 de janeiro de 1991, que dispõe sobre a política nacional de arquivos públicos e privados. Diário Oficial da União [da Casa Civil da Presidência da República], Brasília, DF, 04 jan. 2002, p. 1.

BRASIL. Portaria MEC n° 1224 de 18 de dezembro de 2013, Institui normas sobre a manutenção e guarda do Acervo Acadêmico das Instituições de Educação Superior (IES) pertencentes ao sistema federal de ensino. Diário Oficial da União [da Casa Civil da Presidência da República], Brasília, DF, n. 246, 19 dez. 2013. Seção 1, p. 105-116.

CIA. Isad(G) Norma geral internacional de descrição arquivística. Rio de Janeiro: Arquivo Nacional, 2001.

CONARQ. Conselho Nacional de Arquivos. 2014. Disponível em: http://www.conarq.arquivonacional.gov.br/cgi/cgilua.exe/sys/start.htm?s id=4. Acesso em: 23 abr. 2015.

CONARQ. Lei Nº 8159 de 08 de janeiro de 1991, Dispõe sobre a política nacional de arquivos públicos e privados. Arquivo Nacional, Rio de Janeiro, dez. 2014.

EVANS, Frank B. Princípios fundamentais para um enfoque global da administração de arquivos e documentos. Arquivo e Administração, Rio de Janeiro, v. 15, p. 5-11, 1994.

JARDIM, José Maria. O conceito e a prática de gestão de documentos. Rio de Janeiro: Acervo, 1987.

JARDIM, José Maria. Sistemas e políticas públicas de arquivo no Brasil. Niterói: Universidade Federal Fluminense, 2007.

LOPEZ, André Porto Ancona. Como descrever documentos de arquivo: Elaboração de instrumentos de pesquisa. São Paulo: Arquivo do Estado, 2002.

PAES, Marilena Leite. Arquivo Teoria e Prática. Rio de Janeiro: Fundação Getúlio Vargas, 1986.

PORTAL BRASIL. Ensino superior registra mais 7,3 milhões de estudantes. 2014. Disponível em: http://www.brasil.gov.br/educacao/2014/09/ensino-superior-registramais-de-7-3-milhoes-de-estudantes . Acesso em: 15 fev 2015.

ROUSSEAU, Jean-Yves; COUTURE, Carol. Os fundamentos da disciplina arquivística. Lisboa: Dom Quixote, 1998.

SCHELLENBERG, Theodore R. Arquivos Modernos: princípios e técnicas. 3. ed. Rio de Janeiro: FGV, 2006.

VENÂNCIO, Renato. Arquivos universitários no Brasil: esboço de uma cronologia. In: VENÂNCIO, Renato; NASCIMENTO, Adalson. Universidades & Arquivos: gestão, ensino e pesquisa. Belo Horizonte: Fino Traço, 2014. p. 33-48.




DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2317-4390.2015v4n1p82

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Inf. Prof.

Londrina/PR - Brasil
ISSN: 2317-4390 (versão online)

DOI: 10.5433/2317-4390

infoprof@uel.br



Esta obra está licenciada com uma licença Attribution 4.0 International (CC BY 4.0)