Contribuições da discursividade para a construção de repositórios digitais

Clóvis Ricardo Montenegro de Lima, Jobson Francisco da Silva Júnior, Márcio da Silva Finamor

Resumo


Introdução: Nesta pesquisa discute-se a (re)construção dos repositórios digitais, usando como exemplo o Repositório Institucional Digital do Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia – RIDI, sob a perspectiva da discursividade com a adoção da Teoria do Agir Comunicativo (TAC) de Jürgen Habermas.  

Objetivo: Propor o diálogo – entendimento mútuo - como um dispositivo para compreender quais seriam as contribuições de se adotar uma abordagem discursiva para a implementação de repositórios digitais.

Metodologia: Adota uma abordagem crítica fundamentada na teoria de Habermas para discutir o agir comunicativo e a humanização nas organizações.

Resultados: Observa-se que a adoção de uma abordagem discursiva apresenta potencialidades para se repensar a implementação e a manutenção dos repositórios digitais.

Conclusões: Reflete sobre a constituição de repositórios digitais, e questões correlatas como suas políticas de preservação, e aponta a mediação como uma forma de otimizar a implementação dos mesmos.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2317-4390.2015v4n1p04

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Inf. Prof.

Londrina/PR - Brasil
ISSN: 2317-4390 (versão online)

DOI: 10.5433/2317-4390

infoprof@uel.br

 


 
Esta obra está licenciada com uma licença Creative Commons Atribuição-Não comercial 4.0 Internacional.